on 17 de setembro de 2013


CASTRO FERNANDES VISITOU O NAID E INAUGUROU AS ÚLTIMAS OBRAS DE REQUALIFICAÇÃO DESTE IMPORTANTE ESPAÇO DE APOIO À INTEGRAÇÃO DO DEFICIENTE

Apresentada uma nova viatura de sete lugares

Castro Fernandes, o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso e também o presidente da CAID (Cooperativa de Apoio à Integração do Deficiente), deslocou-se hoje de manhã ao NAID – Núcleo de Apoio à Integração do Deficiente, sito no Loteamento de Fontiscos, em Santo Tirso, para uma visita de trabalho.

Castro Fernandes - que se fazia acompanhar pelo presidente da ACIST, pela representante da Irmandade e Santa Casa da Misericórdia, pelo vereador José Carlos Ferreira, pela diretora do NAID, Guida Neto, pela presidente do ASAS, por vários autarcas e por vários técnicos camarários - tinha à sua espera todos os jovens utentes/formandos do NAID e alguns dos seus familiares e os funcionários do núcleo.

Depois de proceder à apresentação da nova viatura de sete lugares da CAID (30 mil euros), Castro Fernandes proferiu algumas palavras que utilizou para “agradecer a presença dos jovens utentes do NAID, dos seus familiares, dos monitores e funcionários”, lembrando que a sua visita de trabalho se limitava a testemunhar “o que de tão bom tem sido feito neste espaço e no nosso concelho para responder à problemática da deficiência” e que todas as intervenções feitas neste extraordinário equipamento são “mais um passo em prol de uma sociedade que se quer cada vez mais inclusiva, onde as barreiras com que se deparam as pessoas com deficiência devem ser progressivamente eliminadas”, postura essa que, lembrou, “tem sido a adotada pela Autarquia na tentativa de promover e melhorar a qualidade de vida de todos os seus munícipes”.

Depois, em jeito de breve historial, Castro Fernandes lembrou que foi em 1998 que a Câmara Municipal de Santo Tirso criou, em parceria com outras entidades e empresários do concelho, a Cooperativa de Apoio à Integração do Deficiente (CAID) vocacionada para dar ocupação, formação e integração profissional de pessoas com deficiência.

Daí até à construção de um espaço físico próprio que albergasse os jovens deficientes do concelho decorreram cinco anos difíceis e problemáticos relacionados com a sua construção.

Mas em 2003 nascia, construído de raiz, o NAID, depois de um investimento global de 1, 5 milhões de euros. Estava dado o passo mais importante para dar resposta à problemática da deficiência no concelho nas suas diferentes dimensões, como a ocupação, formação e inserção sócio-profissional dos seus utentes e formandos.

Depois de várias intervenções - de entre as quais destacamos, em 2008, as obras de reconversão de uma das arrecadações em espaço para a reabilitação e senoezelen, assim como a aquisição de equipamentos específicos (85 mil euros) e, em 2012, a criação, em Areias, da Residência Autónoma que acolhe 6 pessoas com deficiência sem retaguarda familiar (184 mil euros) – o edifício do NAID foi agora alvo de uma intervenção que permitiu reformular as instalações sanitárias, indo de encontro às aspirações dos seus utentes e dos seus funcionários. Estas últimas obras implicaram um investimento de 93 715 euros.

Importa referir que, neste momento, o NAID acolhe 66 jovens deficientes do concelho, 46 dos quais frequentando o seu Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), enquanto os restantes 20 estão em Formação Profissional em três áreas de atividade: artesanato, cozinha e jardinagem.

O NAID é um espaço que merece toda a nossa atenção. Visite-o.

---
CM-Santo Tirso