on 17 de setembro de 2013



O Partido Socialista de Vizela apresentou ontem à noite o seu manifesto eleitoral no Chalé do Parque das Termas. Depois das intervenções de Victor Hugo Salgado e de Fernando Carvalho, que também usou da palavra para felicitar o programa socialista, onde destacou a empregabilidade, o investimento e a regeneração urbana como itens fundamentais do programa, bem como a aposta na SAÚDE com a promessa da realização de vários protocolos com o Centro de Saúde, como por exemplo, o combate à Obesidade e às DST, seguiu-se o comunicação de Dinis Costa. Confira na integra:

"Muito boa noite,
Tenho dito por diversas vezes que só prometo o que sei que posso cumprir.
Por isso é que a frase que mais usei nos meus discursos ao longo destes últimos quatro anos foi: PROMETI, CUMPRI!
O Programa Eleitoral que hoje estamos a apresentar vem na senda do que fomos estruturando ao longo do último mandato.
Antes de o elaborarmos, auscultamos as nossas populações, ouvimos os VIZELENSES e percebemos para onde deveríamos ir.
Houve propostas apresentadas mais exequíveis que outras, pelo que as que acabamos por escolher para o nosso PROGRAMA ELEITORAL são as que de melhor vão de encontro ao todo VIZELA!

Durante quatro anos, iniciamos projetos com um perfil estruturante para o crescimento de VIZELA. Por detrás de nós, está uma das nossas grandes obras que possibilita a extensão de Vizela para além das margens do seu rio. A Marginal Ribeirinha não está terminada e uma nova ponte pedonal a ligar a Lagoas será um dos projetos que prometemos realizar nos próximos quatro anos.
Vizela é uma Cidade de pequena dimensão e isso orgulha-nos a todos. Não temos o intuito de sermos grandes em tamanho, antes grandes na nossa personalidade edificante.

O nosso programa não se extingue nos próximos quatro anos!

Sabemos o que queremos para VIZELA e de que forma vamos trabalhar. Exemplo disso é a Área de Reabilitação Urbana, a realizar no centro da Cidade, um projeto para efetuar ao longo dos próximos 15 anos. 
Um projeto que só é possível concretizar graças à aprovação do Plano Diretor Municipal, ferramenta que nos vai servir de base ao crescimento sustentável do Concelho. Queremos, assim, reabilitar o património edificado, arqueológico e cultural, apostando em práticas de rentabilização do património em situação de abandono, permitindo a fixação da população e a atração de novos investimentos.
Dentro deste plano de regeneração, outro dos projetos a levar à prática no próximo mandato passará pela reabilitação da Praça da República, assim como do Jardim Manuel Faria. Queremos que os dois espaços sejam um todo e queremos, igualmente, pegar num dos nossos marcos – a Fonte de Água Termal existente na Praça da República – e torná-la num ponto de visita obrigatória em Vizela.

Vizela que é um marco nas lutas autonómicas de Vizela!

Nunca devemos esquecer o passado, pois só assim conseguiremos construir o futuro!
Por isso, decidimos homenagear todos os que partiram, os que ainda estão entre nós e, fundamentalmente, VIZELA e os VIZELENSES por tudo o que fizeram em prol da independência. Dentro do nosso espírito de preservação do património existente, pretendemos recuperar o antigo quartel da GNR e nele fazer nascer o MUSEU DA LUTA VIZELENSE.

Caros presentes,
O nome VIZELA começa a ser uma referência nacional. Devido a vários setores de atividade, começamos a ser identificados pelo nome forte que ostentamos, muito graças às TERMAS que conseguimos reabrir e que começam a ser um forte impulso na nossa economia.
Por isso, vamos registar e trabalhar na marca VIZELA, no sentido de captarmos mais investimento para o Concelho.
Nesse sentido, é nosso propósito criarmos a Agência Municipal do Investimento, bem como fundarmos uma Comissão de Avaliação e Acompanhamento dos Projetos de Interesse Municipal, com vista a que os mesmos possam ter uma “via verde” no funcionamento do Município.
O Portal Municipal do Emprego será outra das nossas propostas eleitorais. Através de uma plataforma interativa, empregadores e população oferecem os seus serviços e publicitam as vagas para novos postos de trabalho.
Na área do Emprego, outras duas iniciativas vão estar em destaque: um cluster de indústrias criativas e gabinetes de apoio ao empreendedorismo e à inserção profissional.
Ao longo deste último mandato, a par de áreas como a Educação e o Ensino, o nosso trabalho sempre se centrou na luta contra a pobreza. É um trabalho que vamos continuar a desenvolver, criando novas oportunidades de emprego e tendo por base a utilização de “terras” que se encontram ao abandono. O BANCO DE TERRAS pretende ser mais um passo para o desenvolvimento sustentável do Concelho e de quem nele habita.
O nosso programa eleitoral, como vão ter oportunidade de ler detalhadamente, tem muitas mais propostas que queremos executar depois do dia 29.

Os Vizelenses têm mais quatro anos pela frente para perceberem do que somos capazes!
Somos de Vizela e é por Vizela que lutamos todos os dias!
A minha causa, a vossa causa, a causa de todos nós é um Município jovem, uma Cidade que ainda se está a projetar, mas que sabe o que quer e para onde vai!
Connosco, prometo a todos os Vizelenses que VIZELA NÃO VAI PARAR!

VIVA VIZELA!
VIVA O PARTIDO SOCIALISTA!