on 18 de setembro de 2013

"O Ready, Steady, Change, projeto juvenil de participação democrática que está a ser desenvolvido pela associação juvenil Vizela Imaginactiva em conjunto com a Fundação Jorge Antunes entrou numa das etapas importantes do seu percurso.
Recorde-se que este projeto tem como objetivo capacitar e aprofundar a consciência da comunidade juvenil local no Concelho de Vizela e propor alternativas e sugestões para a melhoria das estruturas de participação.
Um grupo de jovens mediadores empenhou-se em fazer a ponte entre a comunidade juvenil e o poder local. Na passada quarta-feira, dia 11 de Setembro, forma apresentados os resultados preliminares dos inquéritos realizados por estes jovens. Esta apresentação ocorreu no Concelho Municipal da Juventude, sendo comunicado ao poder local as suas conclusões.
O projeto prossegue agora com a análise mais cuidada dos temas aflorados nos inquéritos, e com a reflexão conjunta com os jovens da cidade espanhola de Avilês, sobre a problemática da participação juvenil na sua comunidade local.
Os dados apresentados são fruto de um universo de 96 inquéritos validados, feitos de forma presencial e on line.
Os resultados são preliminares, apesar de permitirem traçar já algumas tendências de opiniões, ainda será preciso analisar as várias realidades dentro do universo juvenil. Por exemplo, os jovens das freguesias periféricas têm aspirações diferentes dos jovens das freguesias mais centrais do Concelho. Questões que se prendem com a mobilidade e o acesso a serviços.
Num primeiro cenário, é possível perceber que os jovens do Concelho valorizam muito os espaços naturais de Vizela, como o parque e a zona ribeirinha. E nutrem especial preocupação pela poluição desses mesmos espaços. O Desemprego e a falta de estruturas e dinâmicas culturais também merecerem o reparo de uma grande maioria dos inquiridos.
Os jovens foram muito prolíficos ao darem uma série de sugestões para resolver alguns dos problemas. As sugestões serão compiladas num documento e entregue às instituições interessadas e divulgadas à comunidade.
Os jovens mediadores e os parceiros do protejo esperam que este documento preliminar possa ser uma mais-valia no diálogo entre os jovens e os políticos, assim como servir de ferramenta de negociação para a defesa dos interesses juvenis do Concelho."



Confira todos os pormenores dos resultados:


---
VIA