on 22 de outubro de 2013


O enfermeiro vizelense António Veiga, (candidato da CDU nas últimas autárquicas em Vizela) esteve ontem à noite no programa da RTP1 "Prós e Contras" sobre "A Pressão - Estão os cortes a afundar o Estado e as instituições? Devem os funcionários públicos aguentar mais austeridade? O risco de convulsão social está a aumentar?".
Veja aqui o vídeo. Declarações de António Veiga a partir do minuto 26.

Sobre o Orçamento e o Estado, António Veiga referiu que o Estado e o Orçamento "não parece estar a lidar com pessoas... e parece que além das pessoas estarem doentes a própria democracia parece estar doente". E continuou, " função pública está também assim, sem dinamismo, sem vontade... a crispação é criada pelo próprio governo". Sobre a classe politica, António Veiga referiu que se fosse um funcionário público que tivesse saído do governo era quase digladeado por não ter cumprido os objetivos que se apresentavam, mas se este Governo falhar como os outros falharam ou como outros irão falhar, fica tudo impune". Confira toda a intervenção de António Veiga sobre o Novo Orçamento de Estado para 2014 e o problema dos cortes na função pública.