on 1 de outubro de 2013


Joaquim Couto eleito presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso com maioria absoluta

“A votação foi inequívoca: deixámos o PSD a 13 por cento de distância”

Foi a maior vitória de sempre frente ao PSD. A eleição de Joaquim Couto como presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso deixou o principal opositor a cinco mil votos de distância, o que representa uma diferença de 13 valores percentuais no resultado final. “Desde 2001, altura em que o PS foi pela primeira vez a eleições sem o município da Trofa, nunca se tinha verificado uma diferença tão grande entre os dois partidos”, referiu o socialista, realçando ter ficado apenas a 275 votos de eleger o sexto vereador do PS.

Joaquim Couto foi eleito presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso com 44,9 por cento dos votos, naquela que foi uma vitória esmagadora contra o PSD. “A população de Santo Tirso soube escolher. Fico muito satisfeito pelas pessoas terem optado por uma candidatura que foi feita pela positiva, com ideias e com projetos concretos”, analisou, lamentando que a candidatura social-democrata “se tenha limitado a copiar muitas das ideias do PS e ter optado por uma campanha em que privilegiou o ataque pessoal “.

Para Joaquim Couto, a vitória teve especial relevo tendo em conta que a campanha do PS foi “feita de uma forma totalmente autónoma, congregando um grande número de independentes e até de militantes de outros partidos”. Por outro lado, a existência de uma candidatura independente poderia ter baralhado mais as contas. “Assistimos, à última da hora, ao aparecimento de um quinto candidato à câmara, incentivado por pessoas que manifestamente estavam mais contra mim, do que propriamente a favor de Henrique Pinheiro Machado”.

Nos resultados eleitorais, salienta-se também a grande vitória do PS para a Câmara Municipal em duas freguesias que em 2009 tinham votado maioritariamente nos sociais-democratas. Em Santo Tirso, o PS deixou o PSD a 11 pontos percentuais e em Vila das Aves os socialistas ganharam por uma diferença de oito por cento. Importante foi, também, a vitória em S. Tomé de Negrelos, onde o PS ganhou ao PSD por 19 por cento, para a autarquia. Juntamente com a Câmara, o PS ganhou também com maioria absoluta a Assembleia Municipal de Santo Tirso.

Em termos de freguesia, o Partido Socialista conquistou cinco freguesias que em 2009 eram do PSD: Santo Tirso, S. Martinho do Campo, S. Tomé de Negrelos, Palmeira e Sequeirô. Nas agregações, o PS alcançou importantes vitórias em todas as Uniões de Freguesia: União das Freguesias de Santo Tirso, Santa Cristina, S. Miguel e Burgães; a União das Freguesias de Areias, Sequeirô, Lama e Palmeira; a União das Freguesias de S. Martinho do Campo, S. Salvador e S. Mamede; e a União de Lamelas e Guimarei.


---
A Força de Todos