on 11 de novembro de 2013


CÂMARA INVESTE 110 MIL € NA REQUALIFICAÇÃO DA ESCOLA DE SANTA LÚZIA

REMODELAÇÃO DO ESPAÇO EXTERIOR VAI PERMTIIR CRIAR ESPAÇO DE JOGOS E RESOLVER PROBLEMAS DE ACESSIBILIDADES

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, apresentou, esta segunda-feira, o projeto de requalificação dos espaços exteriores da Escola EB1/JI de Santa Luzia, na freguesia de Monte Córdova. A empreitada deverá arrancar no primeiro trimestre do próximo ano, num investimento da autarquia que ronda os 100 mil euros. “Este projeto pretende, essencialmente, dar resposta às necessidades das crianças, assim como melhorar a sua qualidade de vida”, realçou.
A remodelação do espaço exterior da Escola EB1/JI de Santa Luzia era uma velha aspiração da comunidade escolar. Segundo Joaquim Couto, o projeto vai resolver um problema antigo, demonstrando que a Câmara Municipal terá a preocupação de desempenhar um papel de tratamento igualitário nas diferentes freguesias. “Um dos significados desta visita prende-se com a vontade que temos em tratar por igual as 14 freguesias do concelho”, apontou.
 O valor da obra é de cerca de 100 mil euros e tem a duração estimada de seis meses, a partir do seu arranque. Joaquim Couto, que hoje assinou o despacho para a abertura do concurso público, admitiu que a empreitada pode iniciar-se até ao final do ano, início de 2014. O que significa, referiu, “que no próximo ano letivo – 2014/1015 -, será possível as aulas iniciarem-se com as obras completamente concluídas”.
Uma das principais intervenções prende-se com as acessibilidades no recinto escolar, envolvendo alguns aterros e escavações, de forma a uniformizar as cotas dos diferentes espaços que vão ser criados.  
Em termos de equipamentos lúdicos, inexistentes atualmente, o projeto de arquitetura tem previsto a criação de um parque infantil, com pavimento de borracha, uma zona de jogos tradicionais e áreas em betão pré-fabricado, um campo de futebol de pequenas dimensões e que poderá ser aproveitado não só para as horas de recreio, mas também para aulas de educação física, e a criação de uma horta pedagógica.   
Paralelamente, Joaquim Couto anunciou ainda a intenção da autarquia avançar com algumas intervenções no interior do edifício da Escola de Santa Luzia, no valor de 10 mil euros, o que perfaz, assim, um investimento total perto dos 110 mil euros neste estabelecimento de ensino. “O parque escolar do nosso concelho é bom e até excelente. Existem apenas alguns casos pontuais de escolas que necessitam de melhorias e que serão alvo de pequenas obras”, explicou, considerando ainda que esta visita à Escola de Santa Luzia significa ainda a atenção que o município quer dar às questões relacionadas com a Educação.
 A Escola EB1/JI de Santa Luzia tem uma população estudantil de 56 alunos, 19 no pré-escolar e 37 no Ensino Básico, sete docentes e quatro funcionários.