on 11 de novembro de 2013


TERMAS DE VIZELA REALIZAM ESTUDO COM 30 CRIANÇAS DO CONCELHO

Esta terça-feira, dia 12 de novembro, 30 crianças do Jardim de Infância de S. João, em Vizela, começam a ser alvo de um estudo de investigação clínica sobre os efeitos do tratamento termal ORL. O objetivo passa por comprovar que uma criança com uma menor incidência de patologias de ORL – Rinosinusite, Asma e Alergias – terá um melhor aproveitamento escolar.

O estudo, presidido pelo investigador Frederico Salgado, médico das TERMAS DE VIZELA, pretende avaliar, qualitativamente, o impacto da terapia termal na perceção da severidade da sintomatologia de doenças do foro de otorrinolaringologia, investigando a relação entre os efeitos do termalismo na capacidade funcional dos alunos, no recurso ao médico e na medicação para tratamento de patologias ORL. Pretende-se, igualmente, investigar se o tratamento termal poderá ser promissor na diminuição das despesas financeiras associadas às patologias ORL.

Assim, através de um tratamento de 14 dias, os especialistas que acompanharão estas crianças nas TERMAS DE VIZELA vão comprovar que é possível melhorar o rendimento escolar, diminuir a dependência de consultas médicas, bem como a toma de fármacos. Ou seja, comprovar que as crianças terão uma melhor qualidade de vida.

Refira-se que será utilizado um inquérito validado por competências nacionais e internacionais da área, desenvolvido em parceria com a HARVARD MEDICAL SCHOOL – PORTUGAL PROGRAM.
As crianças começam os seus tratamentos esta terça-feira, dia 12 de novembro, pelas 14.30.