on 8 de novembro de 2013

JOAQUIM COUTO É CANDIDATO A PRESIDENTE DA CONCELHIA DO PS DE SANTO TIRSO

Joaquim Couto vai candidatar-se à liderança da Comissão Política Concelhia do PS de Santo Tirso, nas próximas eleições de dezembro. Sob o lema «Um PS PARA TODOS», o socialista quer construir “um projeto no qual se façam ouvir as mais diversas opiniões”. “Já demonstrei que sei construir a abrangência essencial para a estabilidade partidária e para a democracia interna”, escreve Joaquim Couto numa carta dirigida aos militantes.  

Na missiva, o também presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso recorda o processo eleitoral das autárquicas do dia 29 de setembro, com um resultado que ditou “a maior vitória de sempre do PS, frente ao PSD, desde a criação do município da Trofa”. Para a Câmara Municipal, recorde-se, o PS deixou o PSD a 13 pontos percentuais de distância e esteve muito perto de eleger o sexto vereador.

Findo este processo, realça Joaquim Couto, “temos responsabilidades acrescidas na gestão da Câmara, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia. É necessário solidez e pacificação na atuação. A ligação entre o Partido e os órgãos autárquicos é, sem dúvida, uma condição fundamental para a imagem de unidade, coesão e credibilidade que deve transparecer para o exterior”.

No caminho da “inclusão e união”, o candidato à Concelhia do PS/Santo Tirso quer apostar na renovação, nomeadamente através dos jovens. Joaquim Couto recorda, aliás, o exemplo das listas para a Câmara e Assembleia Municipal, nas quais os jovens ocuparam um lugar de destaque (sétimo na lista para a vereação e terceiro na lista para Assembleia Municipal, apenas para falar dos primeiros lugares).

O autarca socialista defende, ainda, que “este é o tempo da união entre os militantes, no sentido de continuar a afirmar o PS como o grande partido do município de Santo Tirso”. Os próximos anos terão de ser de “grande estabilidade partidária, face à atual conjuntura nacional, de forma a construir um partido verdadeiramente credível e com peso no contexto distrital e regional”, conclui.