on 15 de janeiro de 2014

Pedro Vilaça estreou-se com um empate no comando técnico do FC Vilarinho frente ao Baião. Depois da saída de Américo Soares, por razões por explicar, o técnico volta assim ao campo das Agras para levar o clube rumo à subida de divisão.
Em declarações, Vilaça referiu que "o jogo com o Baião penso que a primeira parte se revestiu de algum equilíbrio com períodos de domínio repartido, mas sempre com as duas equipas muito concentradas sem permitirem oportunidades, ou possibilidades de criação de oportunidades ao adversário. Penso que as equipas se respeitaram muito e isso foi claro principalmente na primeira parte com ambas as equipas a não quererem falhar. Na 2ª parte o Vilarinho dominou completamente o jogo, foi a única equipa que procurou vencer, mas encontrou um Baião extremamente concentrado e bem organizado, que não falhou atrás e que se manteve compacto e unido na luta pelo ponto, e fruto da experiência acumulada dos seus jogadores, foi fazendo muito anti jogo. Mesmo assim o Vilarinho dispôs de 3 ou 4 situações boas com possibilidade de obtenção de golo. Os jogadores do Vilarinho tiveram uma grande atitude e acreditaram sempre que seria possível chegar à vitória e tudo fizeram para o conseguir, no entanto mérito para os jogadores do Baião que conseguiram sempre impedir com uma grande atitude que o Vilarinho saísse vencedor deste jogo.

E prosseguiu: 
"Em relação ao resto da época o objectivo da subida mantém-se, e é com esse objectivo que vamos preparar cada jogo com enorme responsabilidade e vontade de vencer para no final e no somatório dos pontos festejar-mos a subida. Pretendo manter a invencibilidade da equipa se possível até ao final do campeonato, e tentar aliar aos resultados positivos, exibições de qualidade, que faça com que as bancadas se apresentem sempre bem compostas em Vilarinho. Pretendo que a equipa consiga cativar de forma a que as pessoas se envolvam ainda mais com esta equipa, pois com toda a certeza, unidos seremos mais fortes."