on 28 de março de 2014

A Hora da Poesia destacou esta quarta feira o poeta Rui Miguel Duarte:



..".o poema só precisaque uma flauta toque
que a pura substância do som 
encarne o sonho
e a tua voz se solte,
uma e outra vez
e molde o mundo"
Rui Miguel Duarte, in Subida

Em França, onde reside e onde prepara o seu pós-doutoramento, vai tentar estar connosco nessa hora....Não vai ser fácil, porque a vida é difícil, lá longe...Em estúdio, vou tentar respeitar a sua "voz" e partilhar com os ouvintes, as suas "marcas", as marcas que deixa de si, nos poemas que vamos conhecer..
.Mais tarde, chegaremos até ele, através do nosso PLANOCLARO...
José Sepulveda