on 16 de março de 2014




Portalegre foi palco do Nacional de Corta-Mato CURTO, prova que reuniu no mesmo local mais de 2500 atletas, naquela que é uma das maiores festas atléticas ao nível da especialidade de crosse.
E no que aos principais atletas diz respeito a luta coletiva foi dominada por dois clubes. No setor masculino o Benfica não teve dificuldades em vencer, com o total de 14 pontos, contra os 33 pontos do Sporting, seguido do Maia AC. O setor feminino teve uma vitória tranquila do Sporting, com 22 pontos, contra os 43 pontos da equipa da UD Várzea e os 55 pontos da ADERCUS. 
No setor masculino Manuel Damião (Sporting) juntou ao título Longo, a versão Curta do Nacional de Corta-Mato, afirmando novamente o seu estatuto do melhor especialista de crosse da atualidade, o segundo título curto na sua carreira.
Salomé Rocha (Sporting) foi a mais feliz no setor feminino, pelo terceiro ano consecutivo. E novamente atuou em par com Catarina Ribeiro , com ambas a chegarem nos dois primeiros lugares. Salomé Rocha terminou aos 12.20 minutos, 21 segundos depois chegaria Catarina Ribeiro e no terceiro lugar classificou-se a experiente Cláudia Pereira (JOMA), estragando o pódio feminino, por dois segundos, sobre a quarta classificada, Ercília Machado. A sub-23 Silvana Dias seria a líder da sua equipa, a UD Várzea, com 12.58 minutos, numa disputa apertada com as atletas que lutavam pelo pódio. Apesar de duas primeiras classificadas no top-10, a JOMA acabaria no quarto lugar coletivo, a sete pontos da ADERCUS, que se classificou no terceiro lugar, equipa liderada na tabela classificativa por Sara Carvalho, no 9º lugar.

RESULTADOS:

Masculinos:
1. Manuel Damião (Sporting) - 10.47
2. Rui Pedro Silva (Benfica) - 10.54
3. Ricardo Ribas (Benfica) - 10.56
4. Alberto Paulo (Benfica) - 10.58
5. Rui Pinto (Benfica) - 11.00

Femininos:
1. Salomé Rocha (Sporting) - 12.20
2. Catarina Ribeiro (Sporting) - 12.41
3. Cláudia Pereira (JOMA) - 12.54
4. Ercília Machado (Sporting) - 12.56
5. Neide Dias (JOMA) - 12.57