on 27 de maio de 2014




Alunos do Colégio Vizela de visita a Bruxelas

À semelhança dos anos anteriores, o Colégio Vizela proporcionou, mais uma vez, a um grupo de alunos do 2ºciclo uma visita de estudo a uma grande capital europeia. Este ano, os alunos visitaram a cidade de Bruxelas, em fim-de-semana de eleições europeias.
No primeiro dia da visita, os alunos visitaram a Grand Place, o primeiro lugar de Bruxelas a ser visitado pela maior parte dos turistas, Património Mundial da UNESCO desde 1998. Assistindo a um concerto de jazz, tiveram o seu primeiro contacto com a realidade cosmopolita daquela que é considerada a cidade capital da União Europeia.
No dia que se seguiu, os alunos visitaram o Atomium, ícone nacional que representa um cristal elementar de ferro, ampliado 165 milhões de vezes. A esta se seguiu uma divertida visita à mini-Europa, parque que reproduz os principais monumentos da União Europeia, tendo representados cerca de 850 edifícios europeus. Ainda neste dia, os alunos visitaram os arredores do Parlamento Europeu e puderam sentir o ambiente que por ali se vivia em véspera de eleições europeias.
O terceiro dia começou com uma visita ao Centro Belga da Banda Desenhada, onde alunos e professores imergiram no universo fascinante de heróis como Tintin, Lucky Luck e Spirou. Seguiu-se uma visita ao Museu Real de Belas Artes de Bruxelas, não sem antes se apreciar o exterior do Palácio Real e os seus magníficos jardins. A tarde continuou com uma visita ao Museu dos Instrumentos Musicais, onde alunos e professores foram ainda prendados com um concerto de saxofone clássico. Utilizando as palavras de um dos alunos, “Que banho de cultura tivemos hoje, professora!”.
Na manhã do último dia, houve ainda tempo para um passeio pelo Jardim Botânico da cidade, antes do regresso a casa.
Mais uma vez, o Colégio Vizela permitiu que os seus alunos desenvolvessem em ato a consciência de cidadania europeia, reconhecendo e valorizando as diferenças que encontramos nesta nossa casa comum a que chamamos Europa.


"Para se aprender a cidadania é mesmo indispensável praticar a cidadania nos contextos de aprendizagem"
António Sérgio, Educação Cívica - 1982


Bárbara Tavares