on 8 de maio de 2014


FÓRUM EUROPEU “DESPORTO PARA TODOS” ESTE SÁBADO
Guia de boas práticas desportivas para cidadãos será idealizado em Guimarães

Plataforma das Artes e da Criatividade recebe este sábado o “Forum Designed to Move Portugal”. Guimarães vai apresentar programa de investigação e conhecimento científico no desporto.

O Secretário-Geral da TAFISA (The Association for International Sport for All), Wolfgang Baumann, considerou que a terceira reunião do grupo de trabalho do projeto Sport City Net, cujo objetivo é incentivar a (re)introdução da atividade física na rotina das pessoas e das cidades, criando cidades mais amigas do exercício, será histórica e que Guimarães ficará na história deste projeto europeu, porque daqui surgirá o “guia” de boas práticas que pretende «inspirar mais cidades» a adotar estratégias de fomento da atividade física nas populações.

Guimarães é, nestes quatro dias, a capital europeia do desporto para todos, na perspetiva da atividade física para todos. Wolfgang Baumann considera Guimarães como uma «cidade exemplar no desenvolvimento de políticas, estratégias, eventos, programas e equipamentos orientados para todos os segmentos da população».

O “Forum Designed to Move Portugal” realiza-se este sábado, 10 de maio, a partir das 10 horas, na Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade. O programa integrará painéis de discussão sobre a incorporação da atividade física no quotidiano dos cidadãos e, sobretudo, na vida das crianças, tendo por objetivo promover a partilha de experiências e de projetos de fomento do desporto para todos nos diferentes países da Europa.

Estão presentes nesta reunião 11 cidades europeias, organismos governamentais e instituições nacionais que gerem a política desportiva, num total de 25 pessoas, entre representantes governamentais, técnicos, especialistas em diferentes áreas, incluindo investigadores que trabalham com universidades e municípios.
O Secretário-Geral da TAFISA sublinhou a importância de Guimarães estar na linha da frente na adesão a esta campanha global, que tem por missão aumentar a atividade física das populações e, por essa via, melhorar a qualidade de vida, saúde e esperança de vida das novas gerações.
Estudos científicos recentemente revelados suscitaram o alerta sobre o facto da esperança de vida das novas gerações diminuir cinco anos. «De repente o mundo parou, as pessoas deixaram de se movimentar e isso é trágico», considerou Baumann. «O ser humano foi desenhado para o movimento, daí o tema deste programa! Precisamos implementar uma estratégia que fomente a introdução da atividade física nas rotinas diárias».
Igual opinião partilhou Amadeu Portilha, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e Presidente da cooperativa Tempo Livre. «Estamos atentos a este fenómeno, que nos preocupa! Parte substancial do projeto de desenvolvimento desportivo em Guimarães, nos próximos anos, será orientado para inverter esta tendência de decréscimo da atividade física, com especial enfoque nas crianças e jovens», disse.
Caminhar mais, andar menos de carro, usar a bicicleta, utilizar as escadas em vez do elevador, preferir o ar livre, atividades em família, em vez de espaços fechados e hábitos sedentários são algumas atitudes sugeridas e comportamentos a adotar. No “Forum Designed to Move Portugal”, representantes de cidades ativas ou que têm projetos com vista à implementação de atividade física vão partilhar experiências e casos concretos.
Guimarães irá apresentar o programa de investigação e conhecimento científico no desporto, com dados validados cientificamente, fundamentando estratégias para o futuro. A Câmara Municipal de Guimarães e a Tempo Livre têm em curso 11 estudos científicos realizados em parceria com as Universidades do Minho, Porto, IPAM e ISMAI.