on 9 de maio de 2014


Guimarães recebeu encontro nacional de Lanceiros Polícia Militar/Polícia do Exército

Concentração decorreu em frente à estátua do Rei D. Afonso Henriques. Cerimónia de colocação de uma coroa de flores homenageou militares entretanto falecidos.
O Paço dos Duques de Bragança foi o local escolhido para receber, a nível nacional, o 7º Encontro de Lanceiros da Polícia Militar/Polícia do Exército, uma iniciativa que reuniu em Guimarães perto de 120 Militares de Elite da Arma de Cavalaria do Exército Português.
O evento, apoiado pela Associação Nacional de Lanceiros, contou com a presença do Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, representantes da PSP e GNR de Guimarães, assim como das corporações da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães e das Taipas.
“O estatuto destes homens, portadores de uma forte herança da nossa cultura e do que é ser Português, honra a nossa História. Em situações difíceis, de grande dificuldade e coragem, dedicaram a vida pelo País, estando mentalizados e preparados fisicamente para defender as causas da Paz e da Justiça. O estado da condição física poderá alterar-se, mas a preparação psicológica e mental mantém-se sempre intacta e não passa com o evoluir dos anos, preservando-se deste modo a consciência da defesa dos valores nacionais”, realçou Domingos Bragança.
“Costumo dizer que não devemos apenas fazer o que é possível. Fazer o que é possível não é difícil. Temos de fazer o que é necessário – o que vai muito além dos limites daquilo que, às vezes, julgamos que é possível! Em cada área da nossa vida, de acordo com as competências de cada um, precisamos de muitas pessoas e de muitas condições, mas há duas ou três que nunca devemos deixar de ter: a vocação da abnegação, a generosidade e nobreza de carácter e um grande Amor à nossa terra e à nossa gente. Portugal precisa, hoje, de pessoas com este estatuto”, considerou ainda o Presidente do Município.