on 20 de maio de 2014




PARTIDA SIMBÓLICA DA CIDADE-BERÇO
Cicloturista inicia esta terça-feira em Guimarães volta ao Mundo em bicicleta

Viagem deve demorar oito anos. Partida está marcada para as 10 horas, junto à estátua do Rei D. Afonso Henriques.
Hernâni Cardoso, de 53 anos, residente em Lisboa, vai iniciar esta terça-feira, 20 de maio, uma volta ao Mundo em bicicleta, partindo de Guimarães com o objetivo de homenagear os navegadores portugueses, visitando e documentando legados materiais e imateriais deixados pelos portugueses no Mundo.
O início da viagem está marcado para as 10 horas, junto à estátua do Rei D. Afonso Henriques, na Colina Sagrada. A sua primeira etapa tem por objetivo devolver a bicicleta a Eric Feng, um cicloturista de nacionalidade chinesa que veio a Portugal, desde Kunming ao Cabo da Roca, para homenagear o Infante D. Henrique e o navegador chinês Zheng He. A viagem foi interrompida em Sines, pelo facto de ter ficado sem a bicicleta, entretanto encontrada pela GNR algarvia.
Hernâni Cardoso e Eric Feng combinaram que o primeiro iria iniciar a volta ao Mundo com a bicicleta dele até à China e daí em diante com a sua própria bicicleta. Por Guimarães ser o Berço da Nacionalidade, o cicloturista português, num ato simbólico, irá principiar a viagem junto à estátua do Rei fundador.
Hernâni Cardoso percorrerá, depois, algumas cidades e vilas onde nasceram influentes navegadores como Cuba (Cristóvão Colombo), Belmonte (Pedro Álvares Cabral - Brasil), Freixo de Espada a Cinta (Jorge Álvares - China), Sabrosa (Fernão Magalhães), Porto (Infante D. Henrique), Angra do Heroísmo (João Corte Real - Terra Nova), Porto Santo (casa onde viveu Colombo) e Canárias, numa visita à casa de José de Saramago. O cicloturista português prevê que a volta ao Mundo em bicicleta demore oito anos.