on 18 de junho de 2014


JOVENS FESTEJARAM NO SALÃO NOBRE DO MUNICÍPIO
Vitória recebeu título de Campeão Nacional de Juvenis na Câmara de Guimarães

Município homenageou jovens promessas do futebol nacional, oferecendo uma réplica do Rei D. Afonso Henriques à equipa do Vitória. Salão Nobre repleto aplaudiu os novos campeões.  
A taça de Campeão Nacional de Juvenis, relativa à época 2013/2014, foi entregue pela Federação Portuguesa de Futebol à equipa do Vitória, esta segunda-feira, 16 de junho, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Guimarães. 
A cerimónia solene, presidida por Domingos Bragança, Presidente do Município, contou com a presença do Vice-Presidente da Federação, Carlos Coutada, bem como de jogadores, equipa técnica e dirigentes do clube, que receberam as medalhas alusivas ao título de campeões.
Este era o único troféu nacional que faltava ao Departamento de Futebol Juvenil do Vitória Sport Clube, sendo a terceira vez que uma equipa de formação do clube é Campeã Nacional, depois de sucessos já alcançados na categoria de Juniores (1991) e de Iniciados (1996).

«Guimarães tem um futuro risonho pela frente! Temos jovens talentosos que, sob o lema do um por todos e todos por um, dão tudo pelo seu Vitória e pelo seu concelho. Guimarães e os vimaranenses fazem tudo com dedicação e empenho e depois temos esta festa tão abrangente que envolve uma comunidade», referiu Domingos Bragança, Presidente da Autarquia, que ofereceu à equipa de Juvenis uma estátua do Primeiro Rei de Portugal para assinalar a conquista.

Evocando a proeza do avançado Xavier, autor de cinco golos na Fase Final, o responsável pelo Município espera voltar a festejar novas conquistas. «Só nos fica a faltar o título nacional em Seniores!», afirmou Domingos Bragança, anfitrião da primeira taça comemorada nos Paços do Concelho enquanto Presidente de Câmara.

Semelhante opinião partilhou Vítor Gomes, capitão da equipa de Juvenis do Vitória. «Este é um feito histórico e estou muito grato aos meus colegas, pois foi um prazer estar de Rei ao peito. Para o ano, cá estamos para fazer novamente história!», disse, destacando o apoio dos adeptos e do Departamento de Futebol Juvenil, liderado por Rui Leite, agradecimento extensivo ao coordenador Luís Castro – o «guarda-costas da equipa», como denominou o treinador Tozé.

Júlio Mendes, Presidente do Vitória, considerou que a «receção na Câmara Municipal abrilhantou uma conquista inédita» e destacou o apoio que a Autarquia tem concedido ao nível da formação, lembrando a recente inauguração de balneários edificados no Campo nº 4 do Complexo Desportivo, destinados aos diferentes escalões do clube. 

GARANTIAS DE FUTURO
Nas intervenções realizadas no Salão Nobre, o Vice-Presidente da Federação Portuguesa de Futebol enalteceu a «justíssima homenagem» da Câmara Municipal, demonstrando a sua «satisfação por estar na casa do Povo» a comemorar um título nacional. «O futebol português tem de estar grato ao Vitória Sport Clube e a esta equipa, que é também uma garantia de futuro», acrescentou Carlos Coutada. 

No último domingo, 15 de junho, os juvenis do Vitória empataram a dois golos com o Sporting, num jogo realizado na Academia de Alcochete. O empate foi suficiente para conquistar o troféu nacional, uma vez que o Vitória, com o melhor ataque, melhor defesa e melhor marcador, totalizou 11 pontos na classificação, mais um que o Sporting, fruto de três triunfos, dois empates e somente uma derrota nesta Fase Final do Campeonato.