on 23 de julho de 2014

Desde maio de 2013, data em que os serviços de distribuição dos CTT passaram para a responsabilidade de Guimarães, têm aumentado o número de reclamações relativas ao atraso na entrega de correspondência.
Os CTT justificaram esta centralização de algumas tarefas de pré-distribuição, que eram realizadas em Vizela, no Centro de Distribuição Postal de Guimarães, com uma melhor rentabilização e racionalização das infraestruturas produtivas da atividade. Garantiram também o normal funcionamento da distribuição em Vizela, que continuaria a ser efetuada sem prejuízo do cumprimento dos padrões de serviço contratualizados e com elevados níveis de qualidade.
A Câmara Municipal de Vizela sempre se manifestou discordante desta metodologia, por considerar que estaria em causa o normal funcionamento da estação dos CTT de Vizela.
Ora, esta preocupação tem vindo a ser confirmada, tendo em conta as contínuas queixas e reclamações relativas ao atraso na entrega de correspondência por parte dos CTT.
Tento em atenção esta situação, a Câmara Municipal de Vizela já solicitou uma audiência ao Conselho de Administração dos CTT, no sentido da resolução desta questão.

O Presidente da Câmara Municipal de Vizela,
Dinis Manuel da Silva Costa
23 de julho de 2014