on 6 de janeiro de 2015

“CONCURSO ECONATAL”
RESINORTE PROMOVE CONCURSO DE LUSTRES DE ENCANTAR

Com o intuito de alertar para a importância da separação de resíduos, a RESINORTE realizou o concurso ECONATAL, cujo objetivo foi a criação de LUSTRES DE ENCANTAR.
O concurso promovido pela RESINORTE destinou-se aos alunos do 2º e 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário em conjunto com os professores. O objetivo era a criação de Lustres de Encantar, para utilização da RESINORTE. Para o efeito os jovens foram desafiados a criar verdadeiros candelabros luminosos onde o vidro proveniente de embalagens era material obrigatório.
O júri foi constituído por duas personalidades de mérito no domínio do ensino das artes neste escalão etário – Arquiteto João António Lopes e Professora Raquel Castro – e foi presidido pela Célia Almeida, da RESINORTE.
Os alunos das escolas da área de intervenção da RESINORTE, ao todo, apresentaram a concurso 35 trabalhos, de qualidade excecional, tendo sido 2 trabalhos excluídos por não contemplarem vidro.

Os prémios foram atribuídos por ciclos de ensino, tendo-se os seguintes vencedores:

1º Classificado do 2º Ciclo – Rui Costa (6.º Ano), da Escola Básica Virgínia Moura – Guimarães.
1º Classificado do 3º Ciclo – Juliana Junqueira do Nascimento (8.º Ano) do Agrupamento de Escolas de Vila Pouca de Aguiar.
1º Classificado do Ensino Secundário – Miguel Ângelo Amaral Rodrigues (1.º Ano do Curso Técnico de Eletrónica, Automação e Computadores) da Escola Profissional de Lamego.

Além dos primeiros prémios o júri atribuiu duas menções honrosas destacando a imagem visualmente agradável e harmoniosa dos trabalhos apresentados: Tiago Torres, Cláudia Moreira, João Campos e Rafael Oliveira (7.º Ano) – Agrupamento de Escolas Coronado e Castro – Trofa | Rafael Machado (7.º Ano) – Escola Básica Virgínia Moura – Guimarães.

Todos os Lustres de Encantar rececionados estão disponíveis para consulta no site da RESINORTE (www.resinorte.pt).