on 26 de janeiro de 2015

Natural de Moreira de Cónegos, Rosa Maria Ferreira da Cunha (Ahnuc M R), apresenta no próximo sábado, dia 31 de janeiro, o seu primeiro livro de ficção "Um Passado sempre Presente". O lançamento do livro realiza-se na Biblioteca Municipal Raúl Brandão pelas 11h00 e está enquadrado nas Atividades de Promoção do Livro e da Leitura, da Biblioteca Municipal. O livro tem a chancela da Chiado Editora.

Biografia
Rosa Cunha nasceu em Guimarães em 1966. Desde 2004 que se dedica inteiramente à família. Encontrou na escrita o seu refúgio e assume-se como uma sonhadora e criadora de histórias cujo enredo cresce a cada momento no seu pensamento. Ela acredita ter capacidade para entrar na mente humana e expor os seus sentimentos e emoções como se as tivesse vivido de facto. Um Passado Sempre Presente é a primeira história que ousou escrever e partilhar.


Sinopse
Madalena foi uma adolescente criada num ambiente de extrema violência. Refugiava-se na serra, vivia assustada e na mais profunda solidão. O seu maior sonho era ver o mundo para além do sítio onde morava e o jovem recém-formado em medicina Gustavo Valverde, realizou-lhe esse sonho só para a possuir. O preço a pagar pelo dia que ousou desviar-se do seu caminho, virá a revelar-se demasiado alto e tão doloroso que a marcará para sempre e a levará a cair no pior dos infernos.
Envolta em mistérios e fantasias para satisfazer as suas carências sexuais, a bela e elegante Laura de Noronha, é uma executiva dedicada e brilhante, mas é o seu lado frágil, carente e inexperiente que acabará por conquistar Alan Garcia, um violinista que largou tudo para ficar perto dela. No entanto, Laura é perseguida pelo passado de Madalena que a impede de amar e ser feliz. Conseguirá Alan romper as fronteiras do passado, enfrentar Madalena e conquistar Laura?
Um Passado Sempre Presente é uma história envolvente e emocionante que mostra o lado mais cruel do ser humano assim como a capacidade que tem para superar dificuldades e se reerguer mesmo quando tudo parece perdido. Esta história é dedicada a todas as vítimas de todo e qualquer tipo de violência ou abuso.