on 15 de fevereiro de 2015

Só faltou uma pontinha de eficácia

Mesmo tendo conquistado apenas um ponto, em tarde que poderia ter sido de felicidade plena, o Moreirense FC conseguiu quebrar um ciclo negativo - agravado pelo azar das lesões de três titulares e pela saída de dois pilares do meio-campo - e desta forma recuperar o espírito que distinguiu a equipa durante a primeira volta do campeonato.
Tudo isto em casa de um adversário com outros argumentos, mas que depois de ter controlado a primeira parte, se viu forçado a aceitar como natural e até justa a divisão de pontos. O Moreirense FC foi superior na segunda parte e só não conquistou os três pontos por falta de eficácia. 
André Simões inaugurou o marcador aos 17 minutos para a equipa de Moreira de Cónegos e já quase a fechar a primeira parte, aos 43´, Hassan fez o empate.

RIO AVE FC, 1 - MOREIRENSE, 1
Estádio do Rio Ave FC 
21ª Jornada da Liga NOS 2014/2015

Árbitro: Bruno Paixão (AF Setúbal)
Assistentes: Rodrigo Pereira e Nuno Roque 
4.º Árbitro: José Almeida 

RIO AVE FC - Ederson; Lionn, André Vilas Boas, Habib Sow e Tiago Pinto; Pedro Moreira (Luis Gustavo, 63), Diego (Marvin, 85) e Tarantini; Ukra, Hassan e Del Valle (Boateng, 71)
Suplentes: Cássio, Abalo, Jebor e Nélson Monte
Treinador: Sérgio Conceição

MOREIRENSE FC - Marafona; Paulinho, Anilton, Danielson e Elízio; André Simões, Battaglia e Diogo Cunha (Djibril, 78); João Pedro, Alex (Leando, 85) e Arsénio (Gerso, 75)
Suplentes: Gideão, Coronas, J. Pedro e Patrick
Treinador: Miguel Leal

Ao intervalo: 1-1
Golos: 0-1, por André Simões (17), 1-1, por Hassan (43)
Disciplina: cartão amarelo a Pedro Moreira (30), Luis Gustavo (74); André Simões (41), Diogo Cunha (55), Paulinho (73) e Battaglia (81)