on 5 de fevereiro de 2015

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA
COLIGAÇÃO “VIZELA É PARA TODOS”
4 DE FEVEREIRO DE 2015

PANORAMA POLÍTICO EM VIZELA

Na passada semana, mais precisamente na última reunião de Câmara, foi abordado, por vários Vereadores, o tema “Atribuição de Pelouros por parte da Câmara Municipal de Vizela ao Vereador André Castro.”
Das várias intervenções, registamos, com agrado, a intervenção da Vereadora Cidália Cunha, eleita pela Coligação Vizela é Para Todos.
Relativamente ao Vereador Carlos Faria, não poderemos dizer o mesmo e parece-nos pertinente referir que, de uma vez por todas, chegamos a uma fase em que se mostrou e definiu, sem margem para dúvidas, de que lado o referido Vereador pretende estar.

Será também importante fazer uma rápida reconstituição de alguns factos e acontecimentos que nos trouxeram até hoje.

Como é do conhecimento público, o Vereador Carlos Faria, foi uma aposta pessoal do atual Vereador independente Miguel Lopes que, em tempos, liderou a Coligação Vizela é Para Todos e que fez, precisamente, o percurso inverso ao do Vereador Carlos Faria.
Para os mais desatentos, passamos a relembrar os factos que são do conhecimento público. O Vereador Carlos Faria foi ostracizado e abandonado pelo Partido Socialista, transmitindo, ele próprio, em plena campanha eleitoral para as Autárquicas de 2013, que o Partido Socialista o tinha rejeitado.
Ora, tendo sido, como já referido, uma aposta pessoal do Vereador Miguel Lopes, que como será certamente do conhecimento público, sem nenhum decoro ou respeito pelos eleitores, no final de 2013, principio de 2014, tentou alojar-se nas hostes do Partido Socialista, não se preocupando com os Vizelenses, mas sim tão só com a ânsia de rapidamente chegar ao poder.
Seguindo os passos do seu líder, o Sr. Vereador Carlos Faria, foi construindo um caminho, que nada tem a ver com os reais objetivos da Coligação “Vizela é para todos” e, a pouco e pouco, não deixou dúvidas sobre aquilo por que lutava.
Eis-nos, então, chegados a janeiro de 2015, mais precisamente ao dia 29, quinta feira passada, data da realização da última reunião de Câmara, em que mais uma vez o Vereador Miguel Lopes, tecendo duras críticas à Coligação que outrora liderou, optou por se colocar ao lado do Partido Socialista, na defesa de uma situação pouco clara, esquecendo os interesses dos Vizelenses e, sobretudo ignorando que vivemos num Estado de Direito, onde todos devemos ser tratados da mesma forma.
Na mesma hora e de forma ostensiva, o Vereador Carlos Faria, fez questão de corroborar, na sessão, todas as palavras de Miguel Lopes, acrescentando e passo a citar, “Não quero estar conotado com a conferência de imprensa que a coligação deu”.
Pois bem, ficamos a saber que o facto da Coligação ter denunciado mais um triste episódio de falta de contenção financeira, por parte do executivo socialista, acrescido de uma situação de incompatibilidade de funções, respeitante ao Vereador André Castro e que se considera, estar verificada, na cumulação do exercício do cargo de Vereador com Pelouros, com o exercício da Advocacia, até hoje não infirmada, através de certidão comprovativa do contrário, como o exige a Coligação, não é para o Vereador Carlos Faria, nada de relevante. Ou seja, esta situação só é natural e aceitável para quem só se preocupa com os seus interesses pessoais, deixando aqueles que o elegeram entregues à sua sorte. Não é, e nunca será, esta a postura da Coligação. Esta aqui continuará na defesa intransigente dos Vizelenses e dos seus direitos.

Posto isto, não aceitaremos, nem permitiremos desrespeito, para com a Coligação “Vizela é Para Todos”, a qual se orgulha de ter nas suas fileiras pessoas de honra e palavra, que nunca desiludirão os seus eleitores.

Pelo exposto, nada mais nos resta do que, de forma imediata, procedermos à retirada de toda a confiança política ao Vereador Carlos Faria, por parte da Coligação “Vizela é Para Todos,” aconselhando o Vereador referido, que não quer estar conotado com as tomadas de posição da Coligação, a, coerentemente, renunciar ao seu mandato, entregando o cargo a outros que, certamente, o saberão dignificar, se, porventura, ainda lhe reste alguma dignidade politica.

Por último, queríamos relembrar a Câmara Municipal, na pessoa do Sr. Presidente, Dinis Costa, que foi pela Coligação pedida, há mais de uma semana, uma certidão da “decisão judicial” que sustentou a posição da Câmara para a atribuição de Pelouros ao Vereador André Castro.
Vangloriando-se a Câmara de estar bem classificada no que diz respeito à transparência de procedimentos, a verdade é que passada mais de uma semana, ainda nada nos fez chegar.

A” Coligação Vizela é Para Todos,” vem, mais uma vez, solicitar a entrega de tal documento, POIS UM DOS DIREITOS QUE NOS ASSISTE, EM NOME DOS VIZELENSES, É O DIREITO À INFORMAÇÃO, CLARA E PRECISA SOBRE OS ATOS DO EXECUTIVO.

Disse!!

Em Representação da Coligação “Vizela é Para Todos”,
Jorge Mendes Pedrosa