on 6 de maio de 2015

Comunicado:

CÂMARA MUNICIPAL DE VIZELA REDUZIU DOIS MILHÕES DE EUROS À DÍVIDA   
COLIGAÇÃO “VIZELA É PARA TODOS” NÃO TEM COMPETÊNCIA TÉCNICA E FINANCEIRA   

No decorrer do dia de hoje o executivo municipal do partido socialista de Vizela, foi confrontado com um comunicado da Coligação “Vizela é para todos” sobre a prestação de contas 2014, apresentada na última Assembleia Municipal.  
Cumpre afirmar, desde logo, que o executivo municipal compreende o desnorte da Coligação quando confrontada com a evolução positiva das contas municipais, até porque este era o único argumento que a Coligação tinha para combater politicamente o Partido Socialista.  
É de lamentar que a Coligação, quando confrontada com processo de reestruturação da dívida a terceiros, através da adoção de medidas de maximização de receitas e contenção de despesas, venha contrapor com dados falsos, descontextualizados e sem qualquer rigor técnico, algo que não surpreende, tendo em consideração que esta é a forma de fazer política que a Coligação nos tem habituado ao longo dos últimos anos.  
A redução da dívida e a política de contenção encontram-se evidenciadas na prestação de Contas 2014, nomeadamente, nos seguintes pontos:   
1. A dívida a terceiros da Câmara Municipal de Vizela reduziu 2.140.751,70 €, tendo em consideração que no final do ano 2013 era de 20.313.231,65 € e no final do ano 2014 era de 18.172.479,95€.  
2. A execução orçamental global aumentou 30%, quase duplicou, quando comparado com o ano transacto, tendo em consideração que em 2013 a execução foi de 35% e em 2014 65%.  
3. A despesa municipal corrente não aumentou, o que aumentou foram os pagamentos das despesas municipais, tendo em consideração que foram pagas despesas não, apenas, do ano 2014, mas também de anos anteriores.  
4. Como exemplo de contenção, pode ser analisado a redução de 200 mil euros em despesa com pessoal, quando comparado com o ano transacto, mais precisamente 4.615.957,49 € em 2013 e 4.415.154,45€ em 2014.   
Contra factos não há argumentos, a consolidação orçamental é cada vez mais uma realidade na Camara Municipal de Vizela.