on 17 de novembro de 2015


COM O LEMA “NÃO DESPERDICE”
Guimarães comemora Semana Europeia da Prevenção de Resíduos de 21 a 29 novembro

Objetivo é promover a redução, a reciclagem e a reutilização de resíduos. Várias associações e empresas juntam-se a este evento com uma série de ações que decorrem ao longo da próxima semana.

A apresentação de um projeto pioneiro em Portugal, que promete mudar o paradigma da recolha de lixo em Guimarães, abre no próximo sábado, 21 de novembro, pelas 10:30 horas, na Extensão do Museu de Alberto Sampaio, na Praça de S. Tiago, a programação da Semana Europeia de Prevenção de Resíduos que Guimarães vai comemorar até ao dia 29 de novembro, no âmbito da iniciativa europeia “European Week for Waste Reduction”, cujas iniciativas visam a sensibilização, a consciencialização e a educação da população para a sustentabilidade ambiental.

A partir de ações que serão implementadas em Guimarães, tais como o sistema de recolha de resíduos PAYT ou novos projetos de mobiliário urbano com vista à valorização de resíduos, lança-se o debate através de uma conversa informal no “Café com Ambiente”, também no sábado, pelas 11:30 horas, sobre o preço a pagar pelos resíduos. No dia 24 de novembro, o tema da “Desmaterialização” será abordado numa conferência técnico-científica, no Centro para a Valorização de Resíduos (CVR), onde será também promovida a partilha de experiências com Vitoria-Gasteiz, Capital Verde Europeia 2012.
Do teatro aos fantoches, passando por exposições permanentes ou atividades pedagógicas, da sensibilização no desporto “A mesma garrafa, mais energia” ao “passear o cão com o saco na mão”, uma cãominhada pelo Centro Histórico, várias são as ações de sensibilização promovidas ao longo desta semana.
No Laboratório da Paisagem, a iniciativa “Vamos fazer uma Horta Vertical”, usando garrafas de plástico, ensinará comportamentos e pensamentos a adotar num futuro, que se quer mais sustentável. Com recurso a materiais reciclados, a comunidade educativa é também convidada a celebrar o Natal através da construção de presépios, cuja exposição estará patente no Laboratório da Paisagem, em Creixomil, entre 27 de novembro e 31 de dezembro.

Ecopontos, Pinheiro Nicolino e Árvore de Natal com materiais reciclados

Através de ações performativas no Centro Histórico, a 28 de novembro, entre as 18 e as 20 horas, nascerá o movimento “Mais noite, menos lixo” que alertará a população para a importância da redução de resíduos. Esta ação junta-se também na noite seguinte, 29 de novembro, ao início das Festas Nicolinas, promovendo-se o slogan “Se beberes, recicla! O Ambiente em Guimarães agradece”, com a colocação de ecopontos ao longo do Cortejo do Pinheiro.
Também durante esta semana será construído, pela primeira vez, um Pinheiro de Natal com recurso a materiais reciclados, que iluminará Guimarães alertando para a importância da reciclagem. A árvore natalícia, amiga do ambiente, ficará instalada no Largo Cónego José Maria Gomes, em frente ao edifício da Câmara Municipal, sendo oficialmente inaugurada a 04 de dezembro. 
Estas ações estão integradas na candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020 e contam com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, Universidade do Minho, Laboratório da Paisagem, Centro para a Valorização de Resíduos, Resinorte, Vitrus, Programa Ambiental “Pegadas”, Escola Secundária Martins Sarmento, Cineclube, Vimágua, Tempo Livre, Biblioteca Municipal Raul Brandão, Associação Supercães, LION “creative agency”, 'Centro Nacional de Escutas/Junta de Núcleo de Guimarães, Banco Alimentar, Fraterna, Comissão de Festas Nicolinas 2015 e Banco Local de Voluntariado.