on 8 de dezembro de 2015

DELEGAÇÃO PRESENTE NA COP21, EM PARIS

Guimarães promove candidatura a Capital Verde Europeia 2020 na Cimeira Mundial do Clima

Evento de âmbito mundial permitiu estabelecer contactos promissores com plataformas de cooperação internacional. COP21 reúne mais de 190 estados.
Uma delegação de Guimarães está a promover, na Cimeira Mundial do Clima (COP21), a candidatura a Capital Verde Europeia, em Paris, onde se discutem os novos acordos, compromissos e políticas no âmbito do clima e da sustentabilidade. A presença de Guimarães neste evento internacional é mais uma excelente oportunidade para a Câmara Municipal dar a conhecer as mudanças que estão a ser realizadas no seu território, estabelecer parcerias e partilha de boas práticas com outras cidades e empresas ligadas ao setor.

Ao mesmo tempo, a presença na COP21 permite consolidar e integrar redes de cooperação com instituições que são fundamentais para o processo de candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia. Nesse sentido, a delegação vimaranense, liderada pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Amadeu Portilha, acompanhado por alguns elementos da Estrutura de Missão que está a preparar a candidatura a Capital Verde Europeia, promoveu contactos promissores com plataformas de cooperação internacional como a Eurocities, a Resiliente Cities ou o Compact of Mayors.
Paris é, presentemente, o centro da atenção mundial na discussão das políticas governamentais que vão determinar o futuro da estratégia de combate às alterações climáticas e do aquecimento global da Terra, congregando mais de 190 estados e milhares de decisores políticos com o objetivo de traçar um caminho para a sustentabilidade e preservação ambiental.
A cidade francesa acolhe, ainda, o Fórum da Inovação Sustentável, no qual a delegação vimaranense aproveitou a presença do novo Ministro da Ciência e Tecnologia, Manuel Heitor, para dar a conhecer o trabalho que Guimarães tem desenvolvido ao nível da inovação sustentável, das cidades inteligentes e da educação ambiental e dos projetos em curso no âmbito da preparação da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.
Manuel Heitor, na sua apresentação pública no âmbito do tema "Cidades Sustentáveis", aproveitou para sublinhar a «importação da educação» no caminho que Portugal quer continuar a trilhar para permitir que o país «continue a ser um lugar promotor de ciência e de inovação».