on 16 de fevereiro de 2016


ESTA TERÇA-FEIRA, NO CCVF

Ministro da Ciência em Guimarães assiste ao concerto dos 42 anos da Universidade do Minho

Programa de comemorações integra concerto especial com a obra "A Criação", do compositor austríaco Joseph Haydn. Sobem ao palco a Orquestra da UMinho e o Coro de Alunos da Licenciatura em Música.

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, vai assistir em Guimarães ao concerto comemorativo do 42º aniversário da Universidade do Minho. O espetáculo está agendado para esta terça-feira, 16 de fevereiro, às 22 horas, no Centro Cultural Vila Flor. A Orquestra da Universidade do Minho e o Coro de Alunos da Licenciatura em Música da Universidade do Minho apresentam “A Criação”, de Haydn.
O concerto conta com o maestro Hans Casteleyn e os solistas Ana Maria Pinto (soprano), João Terleira (tenor) e Nuno Dias (baixo). “A Criação” é um oratório dividido em três partes, composto pelo austríaco Franz Joseph Haydn em 1797. A obra baseia-se no livro do Gênesis e no poema “O Paraíso Perdido”, de John Milton, sendo associada ao período do classicismo, com alusões ao barroco e romantismo.
Os bilhetes podem ser reservados no Centro Cultural Vila Flor, através do telefone 253 424 700, da sua bilheteira online ou presencialmente (à semana das 9h30-13h00 e 14h30-19h00 ou em dias de espetáculo duas horas antes do seu início). A entrada para os concertos tem um custo de 2 euros. A iniciativa insere-se nas comemorações do 42º aniversário da UMinho. A organização está a cargo da Reitoria da Universidade do Minho, com a colaboração do Departamento de Música.
O Ministro Manuel Heitor visita ainda os dois polos da UMinho nos dias 16 e 17 de fevereiro, reunindo com a direção da Universidade, investigadores e estudantes, além de visitar várias unidades de investigação e inovação, em Guimarães e Braga, bem como inaugurar a exposição “Partículas - Do bosão de _Higgs_ à matéria escura”, no âmbito dos 30 anos do LIP - Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas.