on 25 de fevereiro de 2016

A Corrida de estafeta pela paz internacional ("Peace Run") passou hoje por Vizela rumo a Guimarães. Na foto de José Ferreira, foi captado o momento deste vizelense com os atletas que passaram por Vizela. A Tocha da Paz está a percorrer o Mundo. Todos podem participar, desde atletas e não atletas, jovens ou idosos. Podem transportar a tocha alguns passos, metros, quilómetros ou simplesmente apoiar os corredores durante a sua passagem.



Amadeu Portilha, Vice-Presidente da Câmara de Guimarães, recebeu esta quinta-feira, 25 de fevereiro, pelas 18 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal, a tocha mundial da “Peace Run”, corrida global de estafeta que se encontra em Portugal até à próxima terça-feira, 01 de março, e que percorrerá a Europa até outubro, promovendo a paz, a amizade e a harmonia pela passagem, de mão em mão, de um archote flamejante, que será apagado em Roma, Itália. 
A tocha chegou ao concelho de Guimarães cumprindo um percurso através da Estrada Nacional 105, com passagem por Nespereira, Polvoreira, Rodovia de Covas, Rua Eduardo Manuel de Almeida, Avenida D. João IV, Largo República do Brasil, Alameda S. Dâmaso Norte e Largo do Toural.
O restante itinerário será efetuado pela Rua de Santo António, Largo Navarros de Andrade, Rua Gil Vicente, Alameda Alfredo Pimenta, Rua Paio Galvão, Largo do Toural, Largo da Misericórdia, Rua da Rainha e Largo da Oliveira. Às 18 horas, o Coordenador Europeu da Peace Run, o austríaco Dipavajan Renner, entrega a tocha ao Presidente da Câmara Municipal de Guimarães.

Na sexta-feira, 26 de fevereiro, o dia é dedicado à comunidade escolar. A corrida pela Paz recomeça em Couros, às 08 horas, na Pousada da Juventude de Guimarães, com os participantes a partirem do Largo do Trovador em direção à Escola de Motelo, em Fermentões, passando pela Alameda S. Dâmaso Sul, Largo do Toural Poente, Rua Paio Galvão, Plataforma das Artes, Rua Conde Margaride e Avenida de S. Gonçalo. Depois da visita à escola, marcada para as 09 horas, a equipa do Peace Run é recebida no Estádio D. Afonso Henriques, às 12:15 horas, no final do treino matutino do Vitória.

A Peace Run, evento humanitário de cariz mundial, cujo objetivo é promover a amizade e compreensão internacionais, tem a organização local do Município de Guimarães, através da Divisão de Ação Social, em parceria com a cooperativa Tempo Livre, com a colaboração da Academia de Música Valentim Moreira de Sá, Banco Voluntariado de Guimarães, Bombeiros Voluntários de Guimarães, Centro Juvenil de S. José, Cercigui, Corpo Nacional de Escutas – Núcleo de Guimarães, Lar de Santa Estefânia e Círculo de Arte e Recreio (Loucos do Ritmo).

Programa da visita à Escola de Motelo

A corrida global pela Paz chega à EB1 de Motelo, em Fermentões, esta sexta-feira, 26 de fevereiro, às 09 horas, com um diversificado programa de iniciativas lúdicas, desportivas e culturais. Os alunos estarão na entrada da escola, formando um corredor, por onde passarão os atletas. Segue-se uma largada de pombos e uma receção à comitiva pela Tuna do CATL - Centro de Atividades e Tempos Livres da Casa do Povo de Fermentões.
No alinhamento do programa, o capitão da Peace Run dará uma pequena explicação do projeto e apresentará a equipa, realizando um jogo sobre multiculturalidade. Depois de uma intervenção do diretor do Agrupamento de Escolas Fernando Távora, os alunos vão dramatizar um texto de Madre Teresa de Calcutá, recitar um poema de Natália Correia e coreografar o tema “Heal the World”, de Michael Jackson. A tocha passará, depois, pelas mãos das crianças que depositarão aí o seu desejo de Paz.

Evento promovido por voluntários

A estafeta estará em Portugal até ao dia 01 de março, passando por Guimarães, Felgueiras, Peso da Régua, Viseu, Vila Nova de Foz Côa, Mirandela, Macedo de Cavaleiros e Bragança, depois de ter visitado Matosinhos e Paços de Ferreira, percorrendo um total de 371 quilómetros. Estima-se que cinco mil crianças portuguesas vão participar na Corrida da Paz durante a sua visita a escolas, organizações desportivas, culturais e Câmaras Municipais.
Em Portugal, o alpinista João Garcia, o pugilista Jorge Pina, o cantor André Sardet, o apresentador Francisco Mendes e os antigos atletas olímpicos Rosa Mota, Aurora Cunha, Nuno Delgado, Francis Obikwelu, Ana Cabecinho e Joaquina Flores já se envolveram na iniciativa. A nível internacional, o papa João Paulo II, Dalai Lama, Nelson Mandela, Mikhail Gorbachov e Madre Teresa de Calcutá também apoiaram o evento fundado em 1987 pelo atleta, filósofo, artista, músico e poeta Sri Chinmoy.