on 6 de março de 2016







Resultados eleitorais em Vizela: 36 votos válidos e 1 nulo

COMUNICADO

Os resultados do ato eleitoral realizado este sábado (5 de março) ditaram, com 95,5% dos votos expressos, a minha reeleição para a presidência da Federação Distrital de Braga do Partido Socialista, facto que muito me honra e me leva a um sublinhado agradecimento a todos quantos, participando no escrutínio, quiseram mostrar assim a sua militância ativa e o seu empenho num partido vivo, dinâmico e mobilizado para a defesa das causas que a todos nos unem.
Embora tenha sido candidato único a este sufrágio para a presidência do órgão máximo da Federação, o que poderia contribuir para desmobilizar alguns militantes, não posso deixar de interpretar a participação eleitoral registada como um claro sinal de confiança nas propostas eleitorais que assumi e a que – quero reafirmá-lo nesta hora – darei cumprimento.
Permito-me, assim, lembrar os compromissos que enunciámos como fundamentais, desde logo a preservação e afirmação da identidade do partido, dos seus valores e princípios; o apoio à governação do PS para se conseguir mais crescimento, mais emprego e mais igualdade; e a prossecução de um trabalho de proximidade com as estruturas concelhias e com a militância do partido.
No concreto apoio à governação do país que o partido agora assume – repetimos – não regatearemos o nosso empenhado contributo para que dela resulte a máxima satisfação dos portugueses, fazendo sobressair sempre a legitimada defesa dos interesses dos nossos concidadãos do distrito de Braga e as propostas que consideremos importantes para as populações que representamos.
Na convicção de que vamos contar com todos os militantes do Partido Socialista para os embates que enfrentaremos, quero sublinhar nesta oportunidade o nosso propósito de continuar os esforços para que a Federação Distrital seja sinónimo de uma estrutura unida em torno de ideais, projetos, estratégias e objetivos em que cada um de nós desvalorize o que não é importante e releve as grandes apostas que farão do PS um partido vencedor nas várias circunstâncias em que seja chamado a discutir o poder.
Conforme disse a seu tempo de forma muito clara e direta, propomo-nos a um intenso trabalho de proximidade com as estruturas concelhias, no respeito pela sua autonomia, de modo a que o PS obtenha, nas próximas eleições autárquicas, os resultados que lhe permitam ganhar o maior número de órgãos municipais (câmaras e assembleias) e de freguesia (juntas e assembleias).
Embora com a responsabilidade de induzir e coordenar vontades, serei um entre muitos num projeto que quer um PS forte, mobilizado e vencedor, razão porque interpelo e convoco os dirigentes concelhios, autarcas, militantes, jovens socialistas, mulheres socialistas e os simpatizantes do partido a darem o seu melhor em prol das causas do distrito de Braga e de Portugal.

Braga e Partido Socialista, 5 de março de 2016
O Presidente da Federação Distrital,

Joaquim Barreto


‘UNIR E VENCER’


FORMALIZEI ONTEM, DIA 18 DE FEVEREIRO, A MINHA CANDIDATURA À FEDERAÇÃO DISTRITAL DO PS/BRAGA.

Uma das principais propostas consiste em contribuir para que as políticas implementadas pelo Governo socialista alcancem as metas previstas, no que se refere sobretudo, ao VIRAR DE PÁGINA DA AUSTERIDADE, com MAIS CRESCIMENTO, MAIS EMPREGO E MAIOR IGUALDADE.
Procurarei desenvolver um intenso TRABALHO DE PROXIMIDADE com as estruturas concelhias, no respeito pela sua autonomia, de modo a que o PS obtenha nas próximas eleições autárquicas resultados que lhe permitam ganhar o maior número de órgãos municipais e de freguesia.
Um trabalho que considero tem que ser feito EM COOPERAÇÃO E ARTICULAÇÃO com os militantes, simpatizantes, estruturas partidárias (sectoriais, concelhias, nacionais), Departamento Federativo das Mulheres Socialistas, Juventude Socialista, e com os autarcas eleitos pelo partido, PRESERVANDO sempre A IDENTIDADE DO PARTIDO SOCIALISTA NO DISTRITO, AFIRMANDO OS SEUS VALORES E OS SEUS PRINCÍPIOS.
Entendo que como em tudo na vida, devemos estar ao serviço das comunidades que integramos, independentemente da atividade onde desempenhamos cargos ou funções, sempre com o objetivo de proporcionar a melhor qualidade de vida às pessoas.
Considero que podemos, com empenho, dedicação e trabalho, implementar ideias, projetos, estratégias e acções que, de forma abrangente e integradora, nos conduzam a patamares superiores de desenvolvimento e consequente bem-estar social.
Com eleições agendadas para o dia 5 de março, quero desde já agradecer a todos e a todas que me apoiam e se mobilizam para que esta recandidatura ‘unir e vencer’ seja bem sucedida, certo de que juntos somo mais fortes e vamos mais além.