on 10 de março de 2016

CONCERTO INAUGURAL ESTA SEXTA-FEIRA, 11 DE MARÇO

Quarteto de Cordas de Guimarães estreia-se no Paço dos Duques e atua sábado em Brito

Programa “Da Quaresma à Páscoa” começa com música de câmara. Novo projeto cultural tem quatro residências artísticas em 2016, que vão terminar sempre com um concerto na cidade e outro no concelho.

A primeira residência artística do Quarteto de Cordas de Guimarães termina com um concerto no Paço dos Duques de Bragança, esta sexta-feira, 11 de março, às 21:30 horas, realizando-se na noite seguinte, 12 de março, a primeira atuação numa freguesia do concelho, à mesma hora, nos Espaços Criativos de Brito. Os dois concertos dão início ao programa cultural “Da Quaresma à Páscoa”, promovido pela Câmara Municipal de Guimarães, em parceria com um alargado conjunto de instituições vimaranenses, cujos eventos decorrerão até 27 de março.
O Quarteto de Cordas de Guimarães é uma inovadora aposta de residência artística, que visa desenvolver uma oferta constante na área da música de câmara, a partir de Guimarães. Este projeto cultural tem como base a realização de uma série de concertos regulares na cidade e no concelho, promovendo Guimarães como plataforma de criação própria que servirá de embaixador da cidade, tanto em Portugal como no estrangeiro.
A criação de uma forte identidade artística, aliada à promoção de novas pontes com outras artes, tais como as artes visuais, dança e artes plásticas, fomentando a criação artística “made in Guimarães”, são os principais objetivos desta formação. Os violinistas Emanuel Salvador e Álvaro Pereira, a polaca Emilia Goch e a violoncelista Catarina Gonçalves são os quatro músicos que integram este projeto, que terá mais três momentos altos em 2016.
Em junho, a residência artística decorrerá na terceira semana do mês, realizando-se os concertos nos dias 17 e 18, tendo como programa W. A. Mozart Divertimento em Fá Maior, C. Montero Quarteto de Buenos Aires e A. Dvorak Quarteto “Americano”. O mês de setembro começa com nova residência artística, estando agendados os espetáculos para os dias 09 e 10, com o seguinte alinhamento: G. Puccini Crisantemi, D. Schostakovich Quarteto nº 8 e F. Schubert “A Morte e a Donzela”. A última formação artística do ano tem início no dia 12 de dezembro, com os concertos nas noites de 16 e 17 do mesmo mês, tendo como propostas musicais F. Branco Quarteto nº 1 e E. Grieg G minor.