on 3 de abril de 2016

LOCAL DE CONHECIMENTO NA ZONA DE COUROS
Mais de um milhar de pessoas passaram pelo Ciência Viva de Guimarães no mês de março

Escolas e centros de estudo escolheram o “Curtir Ciência” para atividades das férias da Páscoa. Quadra pascal trouxe também muitos turistas espanhóis ao equipamento instalado em Couros, no centro da cidade.
O Curtir Ciência – Centro Ciência Viva de Guimarães recebeu, durante o mês de março, mais de mil visitantes. Concretamente, pelo Centro instalado em Couros passaram 1.100 visitantes oriundos de vários pontos do país, na sua maioria escolas e centros de estudos que aproveitaram as potencialidades do Curtir Ciência para ocupação dos alunos nas férias escolares da Páscoa.
A caracterização dos visitantes permite verificar uma afluência assinalável do público estudantil, principalmente do 1º ciclo (faixa etária dos seis aos dez anos), mas também a confirmação da diversidade etária do Centro, já que ao nível das chamadas visitas livres, que não obedecem a agendamento e não dizem respeito a escolas, os adultos representam uma fatia importante do número total de visitantes. 
Para Sérgio Silva, Diretor Executivo do Curtir Ciência, estes dados «são muito animadores» para um Centro que está a funcionar há pouco mais de três meses. «Refletem o afluxo singular de turistas» registado em Guimarães no período pascal, o que confirma o relevo que o Ciência Viva assume no que toca à diversificação da oferta turística vimaranense. «Na quadra da Páscoa, tivemos grupos familiares oriundos de cidades espanholas, como Madrid, Corunha, Vigo e Santiago de Compostela», sublinha o Diretor do Ciência Viva.
Inaugurado a 17 de dezembro de 2015, o Curtir Ciência, que ocupa a Antiga Fábrica de Curtumes “Âncora”, é um projeto resultante da parceria entre a Câmara Municipal de Guimarães, Universidade do Minho e Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica. A sua exposição permanente é composta por 17 módulos de áreas científicas diversificadas: Eletrónica e Instrumentação, Robótica, Domótica, Reciclagem, História e Comunicações.