on 26 de abril de 2016

Guimarães comemorou 42 anos do 25 de abril com sessão solene na Plataforma das Artes

“TetrAcord'Ensemble” encerrou cerimónia protocolar com momento musical memorável. Duas inaugurações e espetáculos musicais assinalaram o Dia da Liberdade na Cidade Berço.

A Assembleia Municipal de Guimarães comemorou o 42º aniversário do “25 de Abril de 1974”, com a realização de uma sessão solene evocativa da efeméride, na Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade, em Guimarães, numa cerimónia abrilhantada pela atuação do pianista Simão Neto, de Sandra Azevedo (soprano), Marisa Oliveira (contralto), Leonel Gomes (tenor) e de Guilherme Moreira (baixo), que encerraram a sessão.
Antes do momento musical, decorreram intervenções dos deputados pertencentes aos grupos parlamentares do Bloco de Esquerda (Joaquim Mendes Teixeira), Centro Democrático e Social – Partido Popular (Nuno Vieira e Brito), Coligação Democrática Unitária (Célia Magalhães), Partido Social Democrata (Alexandre Barros Cunha) e Partido Socialista (Miguel Oliveira). Francisca Abreu, em representação da mesa da Assembleia Municipal de Guimarães, finalizou a sessão protocolar dos discursos evocativos dos 42 anos do “25 de Abril de 1974”. 
Durante o dia, o centro da cidade foi palco de um variado programa de eventos. De manhã, a Banda Musical das Taipas atuou no Coreto do Jardim da Alameda, ponto de encontro musical no período da tarde, onde decorreu o espetáculo “Abril no Coreto”, com o grupo de música tradicional “Os Creiximir 926”. A iniciativa, que teve como solistas Dino Freitas, Kika Freitas, Francisco Ferreira e Luís Almeida, foi organizada pelo Grupo Cultural e Recreativo Cruz de Pedra, Cineclube de Guimarães, Convívio - Associação Cultural, OsMusiké, CICP - Centro Infantil Cultural e Popular e Junta de Freguesia de Creixomil, em parceria com o Município.
A tarde comemorativa continuou em Guimarães com duas inaugurações. Na Rua Paio Galvão, foi descerrada a placa do “Welcome Centre”, um novo local de acolhimento e de informação turística para as pessoas que visitam Guimarães, enquanto na Avenida Conde de Margaride abriu portas a Casa da Memória, um novo lugar na cidade que alberga, conserva e expõe um conjunto de factos, tradições, história local e raízes da comunidade vimaranense. O programa de comemorações, porém, teve início na noite anterior, com a realização do espetáculo “Sons da Liberdade”, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor. O concerto, realizado em parceria com o Cineclube de Guimarães, reuniu em palco a Banda Musical de Pevidém e Coros de Guimarães.