on 15 de junho de 2016

DE 23 A 26 DE JUNHO
Conheça o programa completo da Feira Afonsina 2016 em Guimarães

Com mais um dia de duração em relação a outros anos, o certame constitui um reforço turístico e económico. Arcos de Valdevez associa-se ao evento. Domingos Bragança diz que a colaboração com outras cidades será para continuar em futuras edições.

Guimarães regressa este mês aos primórdios da nacionalidade, de 23 a 26 junho, com a realização da sexta edição da Feira Afonsina, cujo tema deste ano é o “Recontro de Valdevez”, que se traduziu num combate entre os exércitos de D. Afonso Henriques e D. Afonso VII de Castela, seu primo.
«Reunimo-nos com a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, que manifestou contentamento por termos escolhido este tema numa feira à qual dão muita importância. Queremos criar sinergias que possam reforçar esta recriação histórica. Este evento terá outra dimensão, se trouxermos as cidades que tiveram importância na altura das conquistas do Rei de Portugal», considera Domingos Bragança, Presidente do Município.
Segundo José Bastos, Vereador da Cultura, a Feira Afonsina «ajudará a reforçar a importância da cidade em termos turísticos, históricos e económicos, pois dará um contributo muito positivo à dinâmica local. Seremos visitados por milhares e milhares de pessoas», acrescentou, enquanto Sofia Ferreira, em representação da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, considerou que «o turista, hoje em dia, tem motivações culturais muito fortes, exige originalidade e qualidade e esta iniciativa única e diferenciadora afirma-se na agenda cultural do Norte e do país».
Ao longo de quatro dias, o Centro Histórico será transformado num local de referência medieval com áreas temáticas, gastronomia e espetáculos da época. A sexta edição do evento terá mais um dia do que as edições anteriores, aumentando também o número de mercadores de 99 para 113, três dezenas dos quais são associações. Além da recriação do “Recontro de Valdevez”, com uma hora de duração, nas noites de 23, 24 e 25 de junho, às 22 horas, será instalada uma bancada no Campo de S. Mamede cujo preço do bilhete é de 4 euros. O espetáculo tem entrada livre.

| programa 2016 |