on 4 de agosto de 2016

ENTRE ESTA SEXTA E SEGUNDA-FEIRA, 08 DE AGOSTO
«As Festas Gualterianas são genuinamente inigualáveis!»

Três grandes concertos no exterior da Plataforma das Artes, visitas guiadas à Casa da Memória, animação do espaço público no novo Largo de Donães e Largo do Juncal são algumas das novidades do programa deste ano das festas da cidade de Guimarães.

O Presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, convida os portugueses a visitar Guimarães este fim de semana, durante o programa de quatro dias que assinala as Festas da Cidade e Gualterianas, que em 2016 completam 110 anos.
A «tradição, os costumes e o envolvimento das pessoas são características que demonstram a vitalidade das comemorações, genuinamente inigualáveis», realça o responsável pelo Município, apreciador dos festejos que se realizam anualmente no primeiro fim de semana de agosto, «a expressão do melhor sentimento bairrista vimaranense», diz.
Além de três concertos de música, a edição deste ano, que decorre entre esta sexta e segunda-feira, 08 de agosto, contará ainda com a tradicional Marcha Gualteriana, exposições, animação de rua, concertinas, cantares ao desafio, feira de gado e concurso pecuário, desfile de charretes, Procissão de São Gualter, entre outros motivos de interesse. «É uma festa lindíssima, colorida e com muita tradição!», descreve Domingos Bragança, em forma de convite endereçado a todos os portugueses.
De acordo com a lenda, as Festas Gualterianas são celebradas em honra de S. Gualter, consagrado santo pela população de Guimarães em reconhecimento da sua simplicidade e entrega à solidariedade. Um dos momentos altos das festas é a Marcha Gualteriana, que atravessa a cidade na noite de segunda-feira. «Dezenas de obreiros, com um espírito de missão que os caracteriza e que nos orgulha, emprestam o seu empenho e a sua arte a uma tradição secular na nossa cidade! Felicito todos pelo magnífico trabalho que estão a fazer», destacou Bragança.

Animação do espaço público com programa diversificado 

Depois do desfile de sete grupos de bombos, ao final da tarde, pelas ruas de Guimarães, a primeira sexta-feira de agosto fica assinalada por quatro espetáculos no espaço público. Além do concerto de Carlão na Plataforma das Artes, os vimaranenses Virar DaSquina atuam no Largo Condessa do Juncal e, ali bem perto, no novo Largo de Donães, há uma peça de malabarismo para apreciar com nova sessão no dia seguinte, também às 22 horas. No Jardim da Alameda, a proposta passa por uma noite de cantares ao desafio.
O sábado, 06 de agosto, começa com a tradicional Feira de Gado e Concurso Pecuário. De tarde, às 17 horas, há uma arruada e um encontro para tocadores de concertina e, às 21:30 horas, o Largo do Toural recebe o Festival Internacional de Folclore, com cinco grupos participantes, um deles da ilha da Madeira e outro da Eslováquia. Também à noite, há mais quatro espetáculos, além do concerto de David Fonseca na Plataforma das Artes. Os vimaranenses Paraguaii e Toulouse tocam no Largo Condessa do Juncal, o Largo da Oliveira recebe uma performance de teatro, o Coreto da Alameda é animado por “Cantares da Nossa Terra” e, em Donães, volta a subir a peça “Um Belo Dia”. A noite, essa, termina com uma sessão de fogo de artifício, às 00:30 horas, na Alameda Dr. Alfredo Pimenta.
No domingo de manhã, o programa reserva um desfile de charretes antigas e, de tarde, celebra-se São Gualter com a majestosa procissão a sair da Igreja de São Francisco, a partir das 19 horas. À noite, às 21:30 horas, o Largo do Toural é palco de um “Despique de Bandas” entre a Banda Musical de Pevidém e a Banda de Golães. Ao lado, na praça da Plataforma das Artes, atuam duas bandas da região: a Mat Brass Band e a BandStand Blues Band. Na segunda-feira, além da corrida de cavalos, o desfile da Marcha Gualteriana encerra com chave de ouro o cartaz festivo da cidade de Guimarães.