on 30 de setembro de 2016

É de Vizela. O caso, que poderia ser associado aos fenómenos do entroncamento, aconteceu em Tagilde pelas mãos de António Azevedo "do monte" e sua esposa Maria Augusta. Ao todo, este ano os produtores biológicos contaram mais de 50 cabaças/abóboras "menina" com pesos que variam dos 60 aos 70 kg´s aproximadamente. Ao Plano Claro, António Azevedo abriu o seu "refugio biológico" e contou o que produz na sua terra com alegria e amor: "neste ano a plantação foi feita na eira e não nas bermas do terreno como habitualmente. Foi um ano seco, com pouca chuva, mas tenho água corredia pela eira. A plantação começou em maio, cavei uma vala, coloquei adubo natural "estrume", um pouco de terra para criar alguma firmeza na terra e depois as sementes. Depois a natureza fez o resto" comentou. 
Quem partilha também a alegria de ver o seu terreno cheio de "brindes" é a esposa Maria Augusta que refere que mais de onze já foram vendidas e agora estão outras tantas reservadas. Mas além das cabaças, António Azevedo tem ainda vários legumes cultivados no seu terreno que lhe merece bastante orgulho. Na visita pelo terreno, não faltou ainda a excelente característica dos vizelenses de bem receber os convidados com a oferta de um bom copo de vinho para desfrutar da pitoresca vista.