on 15 de setembro de 2016

Números revelam sucesso do programa ambiental PEGADAS

No seu primeiro ano de implementação o ‘Programa Ecológico de Guimarães para a Aprendizagem do Desenvolvimento Ambiental Sustentável’ (PEGADAS), superou todas as expectativas no envolvimento da comunidade educativa, mas também na resposta positiva por parte de todos os seus intervenientes. Dezenas de parceiros, milhares de alunos e um grande comprometimento com um programa ambiental que tem provado ter margem para continuar a crescer.

Balanço do primeiro ano

De acordo com os dados do relatório do primeiro ano de implementação, desde setembro 2015 o programa ambiental PEGADAS levou a cabo 193 atividades distintas das quais resultaram 579 ações, na totalidade das escolas públicas e privadas do concelho (95), e o envolvimento de 19.227 alunos e 1.780 professores, com a colaboração de 39 parceiros. Números reveladores do sucesso deste programa municipal que juntou os pelouros da Educação e do Ambiente, e que é coordenado pelo Laboratório da Paisagem de Guimarães, tendo recolhido ao longo deste último ano um feedback muito positivo por parte das escolas e dos parceiros envolvidos.

Novidades para o próximo ano letivo

O plano de atividades do programa PEGADAS para o próximo ano letivo está já delineado, contando com algumas novidades, nomeadamente com a inclusão de novas áreas temáticas: alterações climáticas e segurança rodoviária. Das atividades chave, e para além do programa EcoEscolas, fazem parte, por exemplo, o EcoParlamento, o Projeto Adota um Rio, Concurso Mascote Ecolino (mascote do Programa PEGADAS), Guimarães mais Floresta, Brigadas do Ambiente, ou Biodiversidade GO, esta última uma novidade e que pretende a adesão das escolas na criação de uma grande base de dados de biodiversidade de Guimarães. Refira-se que esta aposta no programa ambiental PEGADAS é revelador do interesse do Município de Guimarães e também do Laboratório da Paisagem em manter o seu caminho no reforço da educação e sensibilização ambiental junto das escolas, um dos objetivos também da Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.


Exemplo de boas práticas

Recorde-se que o PEGADAS foi este ano considerado um exemplo de boas práticas pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), e reconhecido como amigo do Ano Internacional para o Entendimento Global (IYGU), uma iniciativa da ‘União Geográfica Internacional’ (IGU) que aborda a forma como o ser humano transforma e molda a natureza, percebendo as consequências globais do seu comportamento quotidiano. A iniciativa ‘EcoParlamento’, organizada pelo Município de Guimarães e pelo Laboratório da Paisagem é apontada como medida exemplar, pela forma como, através do princípio da Democracia Participativa Jovem, atraiu para o debate concelhio jovens do ensino básico que refletiram sobre o desenvolvimento sustentável para o território que habitam, ao mesmo tempo que promoveu a identificação de desafios ambientais em Guimarães, procurando soluções sustentadas, enquanto proporcionou a discussão em torno do mote de “conectar a ação local aos desafios de escala global”.