on 15 de dezembro de 2016

NOVO PALCO PARA VÁRIAS VERTENTES DO CICLISMO
Guimarães vai ter um Centro de BTT no Parque Desportivo de Souto Santa Maria

Primeira fase deve estar concluída até ao verão do próximo ano. Local terá uma rede de percursos com diferentes níveis de dificuldade e de condições para acolhimento de estágios.
A Câmara Municipal de Guimarães, em concertação com a Associação de Ciclismo do Minho/Federação Portuguesa de Ciclismo e a União das Freguesias de Souto Santa Maria, Souto São Salvador e Gondomar e a cooperativa Tempo Livre, planeiam criar um Centro de BTT no Parque Desportivo de Souto Santa Maria que proporcione a prática de uma ou mais disciplinas de ciclismo por todos os interessados, independentemente da idade, condição física e motivações.
O projeto, dividido em três fases, a primeira das quais deverá está concluída até ao verão do próximo ano, inclui a criação inicial de um circuito permanente de BTT Cross Country Olímpico (XCO), de uma rede de percursos de BTT com diversos níveis de dificuldade e de condições para acolhimento de estágios e de partidas e chegadas de competições de várias vertentes do ciclismo. Tanto a Associação de Ciclismo do Minho como a Federação Portuguesa de Ciclismo, cujo Presidente e técnicos já estiveram no local, manifestaram o seu agrado pelo projeto.
Recorde-se que o Parque Desportivo de Souto Santa Maria acolheu no passado competições de BTT Cross Country do Campeonato do Minho, uma das quais com a presença da Seleção Nacional de Juniores. «Este é um projeto prioritário para o concelho de Guimarães, que permitirá reforçar a coesão social, também através da prática desportiva», referiu Domingos Bragança, Presidente do Município, no decurso da reunião de Câmara descentralizada que decorreu esta quinta-feira no Centro Social de Souto Santa Maria.





«Foi com enorme satisfação que encontramos por parte da Autarquia e da União de Freguesias de Souto Santa Maria, Souto São Salvador e Gondomar uma recetividade e vontade para avançar com este projeto que, acreditamos, gerará uma nova centralidade e proporcionará boas condições para atividades de recreio, formação, treino e competição. Tudo faremos para que o Centro de BTT seja uma referência», disse José Luís Ribeiro, Presidente da Associação de Ciclismo do Minho.