on 14 de dezembro de 2016


COMUNICADO – MOVIMENTO POLITICO AUTARQUICO VIZELA SEMPRE

“O Natal é quando o Homem quiser” e para a Câmara Municipal de Vizela, este ano, será em Janeiro...

A magia do Natal passa por viver uma quadra festiva associada a múltiplos símbolos que a nossa sociedade, ao longo da sua história, foi criando e tornando tradição. 
A tradição do Natal, por todo pais e nos mais variados concelhos, passa pelo investimento que cada executivo municipal faz em vários momentos festivos e, em particular, na Iluminação de Natal, tendo em vista trazer mais vida às ruas dos seus concelhos e criar um espírito festivo próprio desta quadra.
Neste contexto, estranhamente, Vizela não tem iluminação de Natal, mas, mais estranho ainda, é verificar que na próxima agenda da reunião de câmara, que decorrerá no próximo dia 22 de Dezembro, consta uma proposta de iluminação de Natal para o concelho de Vizela.
Importa recordar que no ano passado esta proposta foi apresentada e votada em reunião de Câmara no dia 19 de novembro, um mês mais cedo do que este ano e, tal como acontece em grande parte dos concelhos do nosso país, até anteciparam a ligação das suas luzes de Natal, desde logo:

· Lisboa – 22 de Novembro;
· Porto – 1 de Dezembro;
· Braga – 7 de Dezembro;
· Guimarães – 5 de Dezembro;
· Felgueiras – 30 de Novembro;
· Santo Tirso – 25 de Novembro;

Se duvidas subsistem sobre a capacidade de gestão, organização e programação do Sr. Presidente da Câmara, esta é mais uma prova clara da suas limitações, que não se pode justificar por dificuldades económicas, atendendo que o dinheiro será gasto e que a câmara já está “recuperada” financeiramente.

Assim sendo, questiono: Se o Sr. Presidente da Câmara e os seus vereadores não conseguem programar atempadamente um momento festivo, que se repete todos os anos, como é conseguem governar uma câmara?