on 23 de janeiro de 2017

ECOPONTAS E PAPA-CHICLETES VENCE INOVAÇÃO SOCIAL
Guimarães conquista três distinções ambientais nos Green Project Awards 2016

Projeto “EcoPontas e Papa-Chicletes” vence prémio de inovação social. Duas menções honrosas foram atribuídas às bacias de retenção e ao sistema PAYT, modelo pioneiro de recolha de resíduos no Centro Histórico.

Guimarães, com três distinções em quatro projetos finalistas, foi o município português com maior reconhecimento público na cerimónia de entrega dos “Green Project Awards” (GPA), que decorreu esta segunda-feira, 23 de janeiro, na Fundação Serralves, no Porto. Com estes prémios, que têm por objetivo distinguir boas práticas de projetos que promovam o desenvolvimento sustentável, a Câmara de Guimarães volta a ser reconhecida, depois de ter sido distinguida como um dos três municípios mais sustentáveis do país, no último mês de dezembro.
Desenvolvido pelo Laboratório da Paisagem, o projeto “EcoPontas e Papa-Chicletes - Redução e Valorização de Resíduos” conquistou o prémio “Inovação Social Green Project Awards – Sociedade Ponto Verde”. Este novo mobiliário urbano de carácter ambiental tem permitido a redução da acumulação dos resíduos de pontas de cigarro e pastilhas elásticas pelas ruas da cidade, ideia que tem merecido igualmente o interesse de várias outras autarquias do país.
Na categoria “Cidades Sustentáveis”, Guimarães conquistou uma menção honrosa com o projeto que levou à construção das bacias de retenção que contribuíram para terminar com o flagelo das inundações na zona baixa da cidade. Já na categoria “Gestão Eficiente de Recursos”, também com uma menção honrosa, Guimarães viu reconhecido o projeto Pay As You Throw (PAYT), implementado no Centro Histórico, numa parceria entre a Câmara Municipal de Guimarães, a VITRUS e a Resinorte e que tem aumentado a recolha de resíduos valorizáveis e a diminuição dos resíduos indiferenciados.
Finalmente, na categoria “Iniciativa de Mobilização”, o Município viu reconhecido o trabalho realizado com a nomeação como projeto finalista do Programa Ambiental PEGADAS, que tem contribuído de forma decisiva para a educação e sensibilização ambiental junto de todas as escolas do concelho. Com a conquista de três distinções em quatro categorias que Guimarães tinha a concurso, este é um reconhecimento que sublinha o percurso desenvolvido no âmbito do projeto de desenvolvimento sustentável do território “Guimarães mais Verde” e que suporta também a Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia. Recorde-se, também, que a Horta Pedagógica de Guimarães já havia sido finalista na edição do ano passado na categoria “Consumo Sustentável”.