on 17 de janeiro de 2017

PROJETO “GUIMARÃES MAIS FLORESTA”
Associações e empresas de Guimarães convidadas a plantar árvores

Processo de recolha de árvores germinadas foi já iniciado em 71% do total de escolas vimaranenses. Segue-se uma nova fase. Contagem das árvores plantadas vai poder ser acompanhada pelo público.
O projeto “Guimarães mais Floresta”, lançado no ano passado junto das escolas do concelho, no âmbito do programa ambiental PEGADAS, chega agora à comunidade em geral. Depois dos mais jovens, o desafio de plantar 15 mil árvores autóctones é agora aberto a associações e empresas, contribuindo assim para o desígnio da candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.
A iniciativa da Câmara Municipal de Guimarães e da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Guimarães e do Laboratório da Paisagem, que conta ainda com a parceria do Laboratório da Paisagem e da Sol do Ave, entre outras entidades, visa de reflorestação de zonas verdes do concelho.
A medida permite contribuir para o movimento cívico Plantar Portugal e que estabelece metas para cada município para a reflorestação com árvores autóctones (20 mil até 2025), permitindo a valorização dos indicadores relacionados com os espaços verdes, natureza e biodiversidade e qualidade do ar, da candidatura a Capital Verde Europeia.
Depois de no primeiro ano este projeto ter privilegiado a comunidade escolar, pretende-se agora que chegue a toda a população, ganhando assim um carácter transgeracional, envolvendo a população sénior através dos centros de dia, lares ou outras estruturas a eles dedicadas, bem como outras entidades e instituições de solidariedade e responsabilidade social e empresas.
Com o lançamento da segunda fase da iniciativa, é igualmente apresentada uma nova imagem e uma página de internet dedicada ao “Guimarães mais Floresta” onde, além de toda a informação necessária, os vimaranenses poderão acompanhar a contagem das árvores plantadas. A página está acessível através do endereço http://www.labpaisagem.pt/guimaraes-mais-floresta

Balanço positivo

O processo de recolha das árvores germinadas na primeira fase do “Guimarães mais Floresta” foi já iniciado em 71% do total de escolas do concelho, que aderiram ao projeto integrado no Programa Ecológico de Guimarães para a Aprendizagem do Desenvolvimento Ambiental Sustentável (PEGADAS).
Esta primeira fase do programa, que visa o desenvolvimento sustentável do concelho e a promoção de políticas para o ambiente, ecológicas e inclusivas, contou com o envolvimento de toda a comunidade educativa permitindo dessa forma sublinhar a importância da proteção e conservação da natureza e que resultará na recolha das árvores germinadas e sua posterior plantação em alguns locais do concelho.