on 15 de janeiro de 2017



A Coligação Vizela é para todos deu ontem à noite o primeiro passo oficial para as autárquicas de 2017. Num jantar de apresentação da canditatura, PSD e CDS-PP assinaram os acordos numa noite cheia de simbolismo "embalados pela grandeza da tradição dos Reis" e com compromissos vincados numa "távola redonda".
Nos discursos da noite, os responsáveis máximos da Coligação, Jorge Pedrosa e José Abreu abordaram as premissas futuras da campanha eleitoral perante vários vizelenses que voltaram a juntar-se ao compromisso assumido em anos passados.





DIA 14 DE JANEIRO DE 2016
DISCURSO DE CANDIDATURA COLIGAÇÃO “VIZELA É PARA TODOS”, PSD/CDS-PP
JORGE PEDROSA

Ex.mo Eng.º José Manuel Fernandes, Eurodeputado e Presidente Distrital PSD Braga
Ex.mo Eng.º Altino Bessa Presidente da Distrital de Braga do CDS-PP
Ex.mo Prof. José Abreu Presidente da Comissão Politica do CDS-PP de Vizela;
Ex.ma Dra. Fátima Andrade, Líder da Bancada Municipal da Coligação Vizela é para Todos PSD/CDS-PP
Referencia Especialíssima a toda à minha família aqui hoje presente ....
É para mim motivo de grande alegria e satisfação tê-los aqui hoje, poder contar convosco, digo-o com grande orgulho e emoção. (pois não é todos os dias que assumo o compromisso que vou assumir perante vós)
Minhas Senhoras e Meus Senhores
Comunicação Social aqui presente.

“Deus quer, o Homem sonha, a obra nasce…” É com esta frase de Fernando Pessoa, que hoje, aqui, me permito dirigir-me a todas e todos vós, meus amigos, para em primeiro lugar vos agradecer a vossa presença, numa intenção de vos assegurar, que se Deus quiser, o sonho, o nosso sonho conjunto tornar-se-á uma realidade e a obra de que fala Pessoa surgirá, contra todos os ventos contrários e contra todos os ataques desesperados daqueles que não sabendo servir, não querem que os outros sirvam.
Minhas amigas, meus amigos, companheiros.

Estamos aqui hoje, embalados pela grandeza da tradição dos Reis, que nos inspiram de que para ser grandes, temos, primeiro de ser humildes, sérios, leais e capazes, mesmo nas adversidades de enfrentar os grandes desafios que a vida nos coloca.
E sim, este é um grande desafio, para mim e para a Coligação “Vizela é para todos”. Um desafio cheio de obstáculos, de pedras que nos serão atiradas por aqueles que nada conseguindo fazer, nos arrastaram, a nós Vizelenses para um abismo profundo, onde o direito ao nosso bem estar, nos tem sido coartado, por imposições dolorosas que já não suportaremos mais.
Não, Basta! A liberdade e a nossa autonomia conquistada em Março de 1998, está hoje seriamente comprometida pela má governação de uns tantos e sempre os mesmos, (VERDADEIROS OU FALSOS), que refastelados nos sofás dos seus gabinetes, rodeados de assessores e afins, olham, continuadamente, o relógio, esperando que o fim do mês lhes traga os chorudos ordenados, pagos, por todos os Vizelenses, sem que estes recebam nada em troca.

Citando Churchill, "a habilidade política é a capacidade de prever o que vai acontecer amanhã, na próxima semana, no próximo ano. E é, também, a capacidade de depois explicar, porque é que assim não sucedeu.”
Ou como dizia De Gaulle:
“Na política, as intenções não contam, contam, apenas os resultados.”

Pois deixem-me que vos diga de boas intenções está o inferno cheio.

E, então, meus amigos, quais são os resultados da governação PS, (VERDADEIROS OU FALSOS) ao longo destes 19 anos?
Com grande mágoa minha, deixem-me que vos lembre:
Por causa de uma governação sem critérios, sem planificação, completamente IRACIONAL e sem vergonha, os Vizelenses estão reféns de um PAEL, obrigando-nos ao pagamento de impostos e taxas no máximo, como por exemplo o IMI, a DERRAMA, as TAXAS DE DIREITOS DE PASSAGEM, (e outros), enquanto os nossos vizinhos, habitando em concelhos aqui ao lado, vivem folgadamente, (neste aspecto), com a certeza de que o futuro dos seus filhos e netos está assegurado.

Os Vizelenses passaram a andar de mão estendida, porque quem devia governar os seus destinos, não tem crédito, quer junto da Banca, quer junto do Poder Central, obrigando-nos a contentar-nos com as migalhas que nos são atribuídas e sobretudo a sofrer a humilhação de sermos governados pelos outros, (POIS HOJE COMO MENCIONEI IMI, DERRAMA E DTOS DE PASSAGEM, e demais taxas estão nos valores mais elevados por imposição de quem nos emprestou o dinheiro), não podendo decidir quais os valores dos nosso impostos locais, pois estamos limitados na nossa Autonomia Financeira. E por culpa de quem?
Minhas senhoras e meus Senhores, Caros amigos
Por culpa dos mesmos de sempre, sempre os mesmos, ávidos do poder e só do poder, não pretendendo perder as suas mordomias pessoais, se estão a digladiar, na  praça pública, recusando-se a admitir que o seu tempo se esgotou, que o seu tempo chegou ao fim.
Estão esgotados, sem ideias, atados de mãos e pés a um navio encalhado chamado PS, divididos entre FALSOS E VERDADEIROS, numa tentativa teatral, agarrados ao navio que já se encontra submerso.
Minhas Senhores e meus senhores,
Chegou a hora de nós Vizelenses lhes retirarmos a licença de navegação. Chegou a hora de os Vizelenses os deixarem cumprir o seu próprio destino e de os atirarem, de vez, borda fora. Os Vizelenses merecem respeito, os Vizelenses são um povo lutador, os Vizelenses não querem continuar com, mais um mandato, a sofrer na pele os desmandos e sobretudo a avidez e a ganância do poder somente pelo poder.
Vejam, como eles correm de fação para outra fação, tal como os ratos do tal navio naufragado, tentando salvar o seu lugar. É que sem ele, o que irão fazer,? O mesmo de sempre. Nada!
Mas que sigam a sua vida  e embarquem num ou noutro cargueiro. Deixem é os Vizelenses recuperar a sua dignidade, o seu valor, a sua esperança num futuro melhor. Vizela Merece os Vizelenses Merecem!
Chega de enganar os Vizelenses. Onde estão os mais de 180 milhões de euros, que entraram nos cofres do município, desde 1998? É que à exceção do Mercado Municipal e do Edifício da Câmara inacabado não se conhecem obras de grande vulto que comportem tantos milhões.
É hora, repito, de mandar esses senhores todos para casa. Basta!
Precisamos de reconquistar a nossa autonomia e não é com os mesmos se sempre VERDADEIROS ou FALSOS, que chegaremos lá.

Minhas Senhoras e meus senhores
Em meu nome e de todos o companheiros da Coligação, apresentamo-nos, hoje, aqui, como uma alternativa séria e única de desenvolvimento sustentável para Vizela, com uma missão: Mudar, de vez, o executivo PS, em Vizela. SIM MEUS SENHORES É POSSIVEL É CHEGADA A NOSSA HORA, POIS TEMOS COMPETENCIA, SEMPRE DISSEMOS QUE O CAMINHO ERA ERRADO, SENDO NECESSÁRIO MUDAR DE PESSOAS E DE FORMA DE FAZER POLITICA. NÃO VIVEMOS DA POLITICA e TEMOS A CAPACIDADE DE NÃO ESTARMOS DEPENDENTES DESTA, PELO QUE QUANDO FOR NECESSÁRIO DECIDIR SERÁ SEMPRE A DECISÃO MAIS CORRETA E BENEFICA PARA TODOS E NÃO SÓ PARA ALGUNS.

Se sabemos como o vamos fazer?
Sim, meus Srs! Não tenham a menor duvida;

Aquilo que vos posso transmitir, é que esta é uma primeira reunião, onde vos pedimos o vosso apoio. Total apoio!
Temos um programa! E não querendo ser fastidioso, deixem-me no entanto, que desde já vos possa transmitir algumas das premissas, das ideias, que nos propomos levar a cabo, com ética, muito trabalho, seriedade e muito respeito por todos os Vizelenses:
A saber:
- Credibilização da política e dos políticos.
- Pedido de uma auditoria/fiscalização às contas da Câmara, desde 1998.
- Implementação de concursos públicos, em todas as áreas, pondo fim ao amiguismo e ao compadrio reinantes.
-Reconhecimento do mérito.
-Construção do tão desejado parque industrial, com o objetivo de implementar e desenvolver a economia e o emprego.
- Conclusão da construção do Auditório Municipal, aproveitando as obras inacabadas do Edifício-Sede.
- Requalificação da Escola Secundária de Caldas de Vizela.
- Levantamento das deficiências estruturais e de pessoal, em todas as escolas do Concelho.
- Não esqueceremos a segurança dos nossos meninos e jovens estudantes.
- Criação de um corpo de segurança que previna situações de perigo iminente, como a falta de segurança nos limites das Escolas, onde são conhecidos casos de práticas ilícitas, como o consumo e tráfico de drogas.
- Criação de medidas para incentivo à natalidade.
- Promoção de medidas, junto dos empresários, com vista à constituição de postos de trabalho, para jovens e os menos jovens.
-. Continuação da luta, a que não daremos tréguas, para a despoluição do Rio Vizela.
- Conclusão das obras nas Termas e resolução do diferendo Câmara-Tesal, a pensar sempre no benefício de todos os Vizelenses.
- Apoio ao pequeno comércio, reabilitando-o;
- Apoio aos jovens empreendedores.
- Execução de uma política de contenção, visando baixar os impostos aos Vizelenses.
- Galvanização dos jovens, levando-os a participar na política do concelho.
- Promoção de uma verdadeira política da cultura, tornando esta acessível a todos, valorizando as tradições e os valores ancestrais desta Terra.
- Impulsionar o apoio social, a prestar pela Câmara.
- Valorizar o trabalho das Associações, atribuindo-lhes subsídios, consoante o seu esforço e trabalho, em prol da sociedade.
-Incentivo e verdadeiro apoio ao Turismo e valorização do Património Vizelense, tão rico e infelizmente mal tratado.
Meus amigos: Disse-vos , há pouco, que esta era uma primeira abordagem daquilo que nos propomos fazer, convosco e por todos os Vizelenses. Fico-me, pois, por aqui, quanto às muitas medidas que queremos implementar e que apresentaremos, em breve, como programa.
Dêem-nos a possibilidade de vos mostrar o que poderemos fazer, na certeza de que estaremos sempre disponíveis para ouvir as vossas sugestões, as vossas reclamações, as vossas opiniões. Teremos um lugar comum de encontro: A câmara municipal. Ela é vossa, sempre ! É e será sempre do povo Vizelense. Nunca mais ninguém se sentirá um estranho, na sua própria casa.
Estejam com a Coligação “Vizela é para todos”. Permitam-nos que o nosso sonho e desejo de servir Vizela se torne realidade e nós seremos os verdadeiros arautos da mudança urgente que Vizela reclama, para que não perca a sua autonomia, tão dificilmente conquistada.
Podem contar comigo para liderar os destinos deste concelho, eu conto com todos vós!
Bem hajam a todos!
Viva Vizela! Vivam os Vizelenses!





Discurso do acordo de Coligação "Vizela é para todos"
Apresentado pelo Presidente da Concelhia do CDS/PP de Vizela, José Abreu

Exmo. Sr. Presidente da Distrital de Braga do CDS Eng.º Altino Bessa em si cumprimento todos os dirigentes nacionais, distritais e concelhios, bem como, os militantes e simpatizantes do CDS/PP aqui presentes,
Exmo. Sr. Presidente da Distrital de Braga do PSD – Eng.º José Manuel Fernandes permita-me que em si cumprimente todos os dirigentes nacionais, distritais e concelhios do PPD/PSD aqui presentes,
Exmo. Sr. Presidente do PSD de Vizela Dr. Jorge Pedrosa em si cumprimento todos os militantes do PSD, e todos os vizelenses,
Exmo. Sr. Dra. Cidália Cunha, em si cumprimento todos os Srs. Vereadores, e autarcas aqui presentes,
Exmo. Sr. Dra. Fátima Andrade em si cumprimento todos os demais autarcas que representam esta Coligação, 
Ex.a Sra Deputada da Assembleia da República Sra. Vânia Dias da Silva,
Exmo. Sr. Presidente da Distrital de Braga da JP, João Campelos e Ex.ma Sra Líder da JP Diana Silva, e nas vossas pessoas cumprimento os Jovens militantes da JP aqui presentes,
Ex.ma Sra Líder da JSD Beatriz Vasconcelos e na sua pessoa cumprimento os Jovens militantes da JSD aqui presentes,

Ex.mos Convidadas e convidados
Minhas Sras e Meus Srs:
Ex. mos representantes da Comunicação social presentes
Minhas Amigas e meus amigos.

A partir de hoje surge uma nova esperança, um novo quadro político na política vizelense. Porque sabemos que é possível mudar, é com enorme convicção e orgulho que o CDS está aqui para firmar e renovar o acordo de Coligação com o PSD, um acordo de Coligação que acreditamos irá mudar Vizela, já a partir do próximo ano.
Desde cedo dissemos ao que vínhamos: contribuir para uma alternativa política ao Partido Socialista no quadro da Coligação “Vizela é para todos”, visando governar o Município a partir de 2017 somos a alternativa à governação desgastante do partido socialista. 
As responsabilidades do poder autárquico são cada vez maiores pois os últimos governos da república, têm vindo a dar novas competências e mais meios às autarquias locais, levando a uma maior descentralização do poder.
O percurso que a Comissão Política do CDS, que tenho a honra de liderar, tem vindo a fazer, em prol da responsabilização e seriedade, é bem-conhecido por todos.
Por isso, é de grande importância, para Vizela e os Vizelenses, que o próximo executivo autárquico, deva ser constituído por homens e mulheres disponíveis, e responsáveis, capazes de abraçar este novo projeto, mais virado para as pessoas e que torne este concelho de Vizela uma referência a nível nacional. Mas que seja conhecido no país pelas melhores razões. 
Sabemos que este caminho é duro e difícil, essencialmente se atendermos à situação económica e financeira, em que o atual executivo PS, dando continuidade às políticas de despesismo desenfreado, levado a cabo exclusivamente pelo PS, durante 19 anos. É por estas e outras situações de desorganização, de irresponsabilidade e de falta de projetos de futuro que, infelizmente, o nosso concelho é conhecido.

Minhas amigas e meus amigos é preciso mudar …

O primeiro passo será dado, outros se seguirão…Contamos com o vosso apoio e a certeza que tereis do vosso lado mulheres e homens sérios, que visam o bem comum de Vizela e nunca o poder pela vaidade, o poder pelo poder.
Sois vós, familiares, amigos, cidadãs e cidadãos vizelenses, enquanto eleitores quem terá o poder de decidir e de construir o futuro, e o futuro começa hoje com este ato, com esta coligação.
A Coligação “Vizela é para todos” será fiel os seus princípios de transparência, seriedade e trabalho e honrará os seus compromissos e as suas promessas.
As motivações são óbvias: sabemos que partimos para uma luta desigual, pois os que se encontram no poder apresentam sempre vantagem em relação aos que partem para uma candidatura. Mas uma certeza todos nós temos: Queremos fazer mais e melhor. Os Executivos PS (sejam eles verdadeiros ou falsos) estão no poder, infelizmente, há tempo de mais. E vê-se o resultado: Um Concelho moribundo, cheio de dívidas e de atrofia social. É preciso mudar, é urgente a alternativa. Dêem-nos essa oportunidade, acreditem em nós.
O poder socialista em Vizela está gasto e sem ideias, apresenta uma ambição sem limites pelo poder, encontra-se perdido em conflitos internos e agarrado a títulos e honrarias que mais não trazem aos vizelenses senão uma elevada fatura a pagar.

Minhas amigas e meus amigos.

Temos que alterar o rumo. As gentes de Vizela merecem muito melhor, temos que vencer as eleições autárquicas do próximo ano. Temos vontade de trabalhar, temos esperança no futuro, acreditamos que o próximo Presidente de Câmara da nossa história democrática seja apoiado por esta coligação. 
No CDS e nesta Coligação com o PSD acreditamos que venceremos. Venceremos porque estamos juntos num projeto positivo por Vizela e pelos Vizelenses, com vista a uma democracia forte e de mentes abertas. Venceremos porque trabalharemos com organização, estratégia, demonstrando aos Vizelenses que vale a pena lutar.
Venceremos porque temos uma equipa com grande capacidade de trabalho, com visão de futuro e com a determinação própria de mulheres e homens que têm passado e farão história.
A Coligação conta convosco. Juntos faremos uma Vizela digna e orgulhosa das suas gentes e dos seus governantes que será sempre falada pela positiva em todos os cantos deste nosso país, Portugal, que tanto amamos.
A decisão é do povo, é dos vizelenses, ajudem-nos, porque todos juntos seremos capazes de tornar as terras de Vizela um lugar agradável e ótimo para viver e possamos construir um futuro melhor.

Podem contar com Dedicação,
Podem contar com Entusiasmo,
Podem contar com muito Trabalho.

Acreditem em nós…

Viva a Coligação!
Viva Vizela!