on 9 de fevereiro de 2017

A Juventude Popular (JP), em plena quadra natalícia, decidiu organizar uma recolha solidária de âmbito nacional, mediante a angariação de bens de maior necessidade dirigidos às crianças do Refúgio Aboim Ascensão.
Ao longo de três semanas, as estruturas concelhias e distritais, sob a coordenação da Comissão Política Nacional da JP - em especial pela competência que o Vogal da Acção Social, Francisco Kreye, emprestou à realização deste processo - empreenderam esforços a fim de operacionalizar uma rede filantropia com postos disseminados por todo o País, a qual teve o mérito de juntar 1,5 toneladas de artigos (fraldas, lápis de cor, roupa interior, vestuários, bonecos para bebé, brinquedos, chuchas, babetes, cadernos infantis, plasticinas, fitas, ganchos, lacinhos para o cabelo, etc).
A Juventude Popular não ambiciona reclamar créditos políticos com esta iniciativa social. Animou-nos, a todos os militantes, a nobre intenção de cumprirmos a missão humanista que está inscrita na nossa identidade, que coloca a preferência pelos mais vulneráveis no topo das prioridades. A participação cívica não pode negligenciar o auxílio às crianças que carecem de apoio material (o qual, felizmente, obtivemos através da recolha), e deve igualmente manifestar-se num colo amigo, num sorriso fraterno e nos melhores afectos. Foi precisamente isto que fomos lá fazer, passando das palavras aos actos.
Posto isto, a Juventude Popular de Vizela, agradece a todos os Vizelenses que se aliaram a esta causa. Porque só desta forma vale a pena fazer política, para as pessoas e com as pessoas. Um sincero OBRIGADO!

A Presidente da Juventude Popular de Vizela,
Diana da Silva Fernandes